Cariri segue na fase 4 do plano de retomada econômica; escolas retornam parcialmente em outubro na capital


Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o Governador do Estado, Camilo Santana, anunciou a permanência, pela segunda semana seguida, do Cariri na 4° fase do Plano de Retomada da Economia. Segundo Camilo, o novo decreto deve ser publicado até este domingo (20), e passa a valer a partir de segunda-feira (21).

Nesta fase, muitos seguimentos do comércio já estão autorizados a funcionarem, e restaurantes podem seguir abertos até as 23h, mas aglomerações seguem proibidas. Camilo não se pronunciou acerca da abertura de academias e cinemas para a região do Cariri.

Para a macrorregião de Fortaleza, a decisão que o comitê gestor tomou é que será possível a entrada em mais uma etapa.

Após fase de transição de duas semanas nas atividades educacionais, que haviam sido liberadas para aulas práticas, estágios e atividades extracurriculares, assim como a educação infantil em 35% da capacidade nas escolas privadas, o Governo do Estado liberou, a partir de 1° de outubro, outras séries para aulas presenciais.

“Estamos autorizando, a partir de 1° de outubro, as seguintes atividades educacionais presenciais: Educação de Jovens e Adultos (EJA), 9° ano do fundamental, 3° do ensino médio e 1° e 2° do fundamental, todas com 35% da capacidade, e educação infantil com 50% da capacidade. Lembrando que esta decisão é válida apenas para a macrorregião de Fortaleza”, afirmou o Governador.

O gestor afirma que a decisão foi tomada após avaliação técnica. Todas as regiões já estão na quarta fase da retomada, mas apenas a macrorregião do Cariri que está ainda na segunda semana desta, por entrada tardia no pico da doença.

Camilo ainda afirmou que o estado segue em queda. “Não houve aumento nenhum nem em casos nem em óbitos no Ceará”, afirmou ele.

O Governador ainda lembra que todos os dados relacionados à pandemia estão disponíveis na plataforma online IntegraSus, mantida pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Veja o plano de retomada completo clicando aqui. Apesar de algumas liberações no plano, os decretos semanais devem ser consultados para confirmação das reaberturas.

Foto: Reprodução

Fonte: Site Badalo/ Por Lícia Maia

Postar um comentário

0 Comentários