Infrações em rodovias federais têm queda de 20% neste ano no Ceará


O número de infrações nas rodovias federais do Ceará caiu 20% de janeiro a agosto de 2020 (56.090), na comparação com igual período do ano passado (70.186). De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF-CE), infrações, como alcoolemia baixa e ultrapassagens proibidas, foram as que tiveram a maior redução durante o período de pandemia de Covid-19.

A queda mais acentuada foi de alcoolemia inferior a 0,33 mg/l, em que o nível de álcool no sangue ainda não é considerado crime. Foram 611 infrações no acumulado deste ano, redução de 19,1% em relação a igual período de 2019, quando foram registradas 765 infrações deste tipo.

Já as ultrapassagens proibidas tiveram queda de 12,1% de janeiro a agosto. Apesar de ter tido a segunda maior contração, essa foi a infração mais registrada em 2019 (6.797) e 2020 (5.925).
“Nas estradas do Ceará, especificamente, nós ainda temos muitas rodovias com pista simples e um veículo, muitas vezes, não quer esperar o tempo para fazer a ultrapassagem de forma segura. E aí ele acaba ultrapassando em um lugar indevido, aumentando muito o risco de acidente grave”, explica o agente de comunicação da PRF-CE, Márcio Moura.

Já as multas para condutores de veículos e passageiros sem cinto de segurança tiveram decréscimo de 11,3%, passando de 1.339 infrações no acumulado do ano passado para 1.187 em 2020.

Altas

No entanto, alguns tipos de infrações tiveram alta, como falta de uso de capacete por condutores e passageiros em motocicletas, com salto de 34,6% de janeiro a agosto deste ano, passando de 2.167 para 2.918 em 2020.
A alcoolemia superior a 0,33 mg/l, que é considerada crime, também teve acréscimo nesse período. No ano passado, foram contabilizados 76 registros dessa ocorrência. Em 2020, foram 80, incremento de 5,2%.

Iniciativas

O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) iniciou nessa sexta-feira (18) a programação da Semana Nacional de Trânsito (SNT), que tem como o principal objetivo educar os condutores para reforçar a queda no número de infrações e acidentes nas rodovias cearenses.

A programação conta com palestras online, intervenções em pontos estratégicos com abordagens educativas aos condutores, campanha nas mídias digitais e curso remoto para os colaboradores do órgão.
“Além da orientação, ou seja, da parte educativa, nós também fazemos a parte fiscalizatória; a multa é a última instância. Mas nós queremos crer e acreditamos que a educação ainda vai conseguir mudar a percepção de muito condutor”, destaca Moura, da PRF-CE.
De acordo com Ubiratan Teixeira, diretor da Escola de Trânsito do Detran-CE, outra aposta para viabilizar um trânsito mais seguro é a educação desde a infância. “A nossa aposta é na criança, para isso o Detran-CE está com uma ação intensa em todo estado, nas 15 regionais fazendo essa educação no trânsito”, acrescenta. A programação da SNT segue até o dia 25 de setembro.

Foto: Kid Júnior

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários