Carroceiro é advertido por maus tratos de animal suspenso após carroça tombar em Juazeiro


Segundo informações da Secretaria de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (Semasp), após o episódio em que um animal foi flagrado suspenso em uma carroça, após tombamento de uma carga de tijolos, o proprietário foi identificado e advertido por maus tratos a animais.

O trabalho de identificação dos responsáveis foi realizado em conjunto com o Batalhão de Polícia Ambiental, além da Semasp e a Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (Amaju) nesta terça-feira (27).

A ocorrência foi registrada às 11h20, no bairro Salesianos, após denúncia de maus tratos de animais. O proprietário do animal ainda não se encontrava em sua residência, chegando apenas 10 minutos depois da polícia ambiental e agentes do Meio Ambiente.

O estado físico do animal foi avaliado e não foi constatada nenhuma marca de agressão, como também o animal não estava em situação de desnutrição, apresentando, por conseguinte, uma saúde aparentemente estável.

Segundo informou a pasta, testemunhas afirmaram não haver maus tratos relacionados ao animal no local, mesmo alguns relatando o excesso de peso conduzido pelo burro.

A equipe de forma preventiva, orientou o proprietário a não andar com excesso de peso sobre o animal, pois caso fosse visto de tal forma poderia ser caracterizado o ilícito de maus tratos. O proprietário do animal informou que uma peça do arreio arrebentou e por isso o animal ficou suspenso, algo que aconteceu de forma fortuita e imprevisível.

A Associação Defensora dos Animais Carentes em Juazeiro do Norte (ADAC) informou que, mesmo assim, deverá fazer um boletim de ocorrência contra o proprietário, identificado como “Lucas”, para que ele responda pelo crime de maus tratos a animais. “Nos retiramos que foi sim maus tratos, mas não tínhamos no momento como conduzir o tutor até a delegacia, pois os animais que estavam sobre sua posse não tinham marcas de mais tratos, bem como ele havia saído da situação flagrancial”, afirmaram em nota.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Fonte: Portal Badalo/ Por George Wilson

Postar um comentário

0 Comentários