‘Desvios de conduta não serão tolerados’, diz Camilo sobre policiais envolvidos em atos ilícitos


O governador do Ceará,Camilo Santana (PT), afirmou na noite desta segunda-feira (12) em uma publicação no Twitter que desvios de conduta por parte de policiais acusados de atos ilícitos no Estado “não serão tolerados”. O governador, no entanto, não citou nenhum caso específico.

“Deixo claro que policiais acusados de atos ilícitos devem responder processo e, quando culpados, punidos segundo a lei.

Por isso existe no Ceará uma Controladoria de Disciplina independente. Desvios de conduta não serão tolerados. Bons policiais, a maioria, terão sempre meu apoio”, disse o governador.

Em menos de uma semana, pelo menos três casos envolvendo agentes da segurança pública ganharam repercussão no estado. O mais recente foi o de uma inspetora da Polícia Civil que agrediu a funcionária de uma pousada em Jericoacoara, após ela pedir à policial que usasse máscara de proteção.

Na quarta-feira (7), um sargento da Polícia Militar foi preso por desacato após uma confusão em um bar localizado no bairro Varjota, em Fortaleza.

 O suspeito, de acordo com a PM, chegou a afirmar que era tenente e arremessou um copo sobre a mesa de um dos clientes do estabelecimento.

Já na quinta-feira (8), um policial militar matou a própria mulher durante uma discussão na avenida Silas Munguba, no bairro Serrinha, em Fortaleza. Segundo testemunhas, o casal havia saído de um restaurante quando começou a discutir dentro do carro onde estavam.

Foto: Reprodução

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários