Ex-namorado condenado por matar bailarina cearense em SP é preso em Fortaleza após quase 5 anos do crime


A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (1º), Anderson Rodrigues Leitão, de 32 anos, condenado a 11 anos de prisão pela morte da ex-namorada, a dançarina cearense Ana Carolina de Souza Vieira.

 O acusado foi encontrado no Bairro Barroso, em Fortaleza.
O homem havia fugido em abril deste ano de uma unidade prisional paulista, onde cumpria pena no sistema semiaberto.

O crime aconteceu em novembro de 2015, quando a bailarina foi encontrada morta no apartamento em que morava na Rua Vergueiro, no Sacomã, na Zona Sul de São Paulo.

Anderson Rodrigues Leitão foi preso no mesmo dia do homicídio da ex-namorada, por volta das 16h, na mesma região. O acusado confessou, em entrevista ao G1, que cometeu o crime por ciúmes.

Ainda em depoimento, Anderson também confessou à polícia ter matado a dançarina estrangulada e disse ainda que tomou veneno de rato para morrer abraçado com a ex-namorada. Ele vai responder por homicídio e ocultação de cadáver.

Zeladores acharam corpo

Segundo o boletim de ocorrência, os zeladores do prédio sentiram um cheiro forte vindo do 5º andar.

Eles tocaram a campainha do apartamento onde Ana Carolina morava, mas ninguém atendeu.
Os zeladores perceberam que a porta estava destravada e entraram chamando pelos moradores.

Então, encontraram o corpo de Ana Carolina na cama do quarto, coberto. As janelas estavam fechadas, havia um ventilador ligado e muitos incensos acesos. A polícia diz que o corpo tinha sinais de violência. A dançarina teria morrido há pelo menos três dias.

Foto: Arquivo pessoal

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários