PM invade e fecha fábrica clandestina de armas de fogo em Juazeiro do Norte


A Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira (28) um homem de 29 anos suspeito de fabricar armas de fogo e comercializar os armamentos para organizações criminosas na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará.

A prisão foi feita durante uma operação da polícia que investigava a denúncia de uma fábrica clandestina de armas.

Durante a prisão, o suspeito confessou que fabricava armas de fogo e afirmou que não considerava a prática como crime. Segundo o tenente Lindenberg Alencar, o preso chegou a mostrar para os agentes as armas que ele fabricava e chamou o material de “obras de arte”.

Após um trabalho de investigação, a polícia concluiu que as armas eram fabricadas por membros de uma mesma família e iniciou as buscas. Os agentes foram até um ponto na cidade de Missão Velha, mas não encontraram nada.
Em seguida, eles foram para uma casa no Bairro Frei Damião, em Juazeiro do Norte, onde fizeram o flagrante. No momento da prisão, o suspeito estava sozinho no local, fabricando os armamentos.

Ele afirmou que o pai e o avô também fabricavam armas de fogo.
Três pistolas quase prontas foram apreendidas no local, além de um vasto material de fabricação e ferramentas. De acordo com a polícia, a fábrica fornecia armamentos para organizações criminosas do Cariri.

Fransuly dos Santos já havia sido preso pelo mesmo crime e estava respondendo em liberdade. Ele foi levado para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, onde um inquérito policial foi instaurado.

Foto: Divulgação/Polícia Militar

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários