Retomada da economia no Ceará deixa de avançar após aumento de casos de Covid-19 em algumas regiões, diz Camilo


O decreto de isolamento social do Ceará, que entra em vigor nesta segunda-feira (12), não prevê a retomada de mais setores, conforme anunciou o governador Camilo Santana neste sábado (10). Não haverá mudanças em relação ao último decreto, que permitiu a realização de eventos com até 200 pessoas na macrorregião de Fortaleza.

Em suas redes sociais, Camilo afirmou que houve aumento no crescimento do número de casos da Covid-19 em algumas áreas do Estado.

“Não haverá avanço essa semana no processo de retomada, para que haja uma avaliação detalhada de todos os números, já que foi detectado um crescimento de casos em algumas áreas, o que precisa ser rigorosamente estudado”, afirmou.

O anúncio não especificou quais as regiões que tiveram aumento no crescimento de casos. De acordo com uma imagem compartilhada pelo governador, a macrorregião de saúde do Cariri teve alta nas curvas de média de óbitos por dia, de casos confirmados do novo coronavírus e de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Os gráficos de casos suspeitos e confirmados e de óbitos pela Covid-19, bem como os gráficos das regiões de Fortaleza, Norte e Litoral Leste/Jaguaribe, continuam com tendência de queda.
Camilo Santana ressaltou que os decretos estaduais seguem orientações das equipes de saúde, que acompanham a evolução do novo coronavírus no Ceará. “Até por que o vírus continua circulando e é necessário que todos os cuidados continuem sendo tomados. A pandemia continua e ainda é grave”, finalizou.

Eventos e shows com até 200 pessoas

O último decreto estadual, publicado no Diário Oficial do Estado do Ceará do último sábado (3), autorizou a realização de eventos sociais e shows com até 200 pessoas em ambientes abertos, nos municípios da Região de Saúde de Fortaleza.

Também foi permitida a realização de eventos esportivos com até 300 participantes, em ambientes abertos, e até 200 participantes, em ambientes fechados. A presença de público é proibida. A Macrorregião da capital está na fase mais avançada do plano de reabertura econômica.

Desde 14 de setembro, todo o Estado está na quarta e última fase do plano, mas com variações a depender da região.

Na quarta fase de reabertura econômica, a maior parte das atividades são permitidas, mas com restrição de horários e com medidas de segurança sanitária, como uso de máscara e disponibilidade de álcool em gel. O funcionamento de bares e aulas presenciais da rede pública de educação ainda são proibidos.

As pré-escolas e creches particulares da macrorregião de Fortaleza puderam ser reabertas em 1° de setembro. A partir de 1° de outubro, escolas da rede privada puderam retomar as atividades presenciais em algumas séries.

Com relação à rede estadual, a vice-governadora Izolda Cela afirmou em entrevista ao G1 que não há perecer definitivo de quando será o retorno. A retomada não deve acontecer de forma simultânea para todas as unidades e deve seguir o escalonamento de níveis e a restrição na quantidade de alunos por turma.

Casos da Covid-19

O Ceará chegou a 259.764 casos confirmados de Covid-19 e 9.130 óbitos em decorrência da doença. Já são 223.281 pessoas recuperadas da enfermidade. Os dados foram extraídos da plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), atualizada às 9h44 deste sábado (10).

O número de casos notificados, desde o início da pandemia, é de 794.551. O Estado realizou 870.500 testes para identificar o novo coronavírus.

A plataforma indica que existem ainda 59.453 casos suspeitos e 591 mortes em investigação.

Foto: Facebook

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários