Aeroporto de Juazeiro deve passar por obras de requalificação em 2021


A Aena Brasil, administradora do Aeroporto de Juazeiro do Norte, anunciou que deve fazer obras de requalificação nos seis aeroportos nordestinos do qual obteve concessão, incluindo o terminal juazeirense. A iniciativa faz parte de melhorias previstas em um pacote de três blocos de investimentos, que devem iniciar já em 2021, e deve contemplar modernização e ampliação da estrutura e operações aeroportuárias. 

O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da operadora no país, Santiago Yus, que informou durante o evento de entrega do Selo Turismo Seguro ao Aeroporto Internacional do Recife na última quinta-feira (19), que as obras devem começar já no mês de janeiro. O serviço deve contemplar requalificação dos banheiros, sistemas de climatização, acessibilidade e sinalização. Um segundo bloco de investimentos deve contemplar as operações aeroportuárias, previsto para entrega até junho de 2023. 

Este investimento chega ainda diante de incertezas quanto ao impacto mundial que sofreu o turismo e o transporte aéreo na pandemia de Covid-19, mas para a empresa, reflete a tendência de continuidade do crescimento da aviação no Brasil neste momento. 

“Nossa preocupação principal é cuidar e restabelecer a confiança dos passageiros. Além das coisas materiais, dos protocolos seguidos, o mais importante é fazer tudo com carinho. Precisamos parabenizar toda a comunidade aeroportuária, as empresas de serviços, as linhas aéreas, a manutenção, a limpeza, a segurança. Este selo é fruto do trabalho deles”, destacou o diretor-presidente da Aena Brasil. 

Desde março, a Aena Brasil segue sistematicamente as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), bem como as orientações a nível estadual e municipal em seus seis aeroportos. No terminal juazeirense, operam de quatro até seis voos por dia, com as companhias Azul e Gol. Todos os destinos operados antes do início da quarentena já estão normalizados, tais como São Paulo (Guarulhos e Campinas), Recife e Fortaleza. 

Para proteger passageiros e toda a comunidade aeroportuária, foram adotadas uma série de protocolos, como determinação do uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel ao longo dos terminais, adoção de sinalização informativa e higienização constante dos espaços e objetos de uso comum. Medidas essenciais para tornar as viagens ainda mais seguras, reforçando a confiança dos viajantes na retomada das atividades turísticas nos Estados em que está presente.

FOTO: Rodrigo Siebra

Fonte: Portal Badalo/ Por George Wilson

Postar um comentário

0 Comentários