“O mais importante é que tenhamos a vacina o mais rápido”, diz Camilo, após reunião com ministro da Saúde


Em reunião realizada em Brasília, o governador do Ceará, Camilo Santana esteve na tarde desta segunda-feira (14) com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Em pauta as demandas do Ceará, mas principalmente, sobre a vacina da Covid-19.

“Tenho lutado para que a vacina chegue ao nosso estado o mais rápido possível. Reforcei a importância dessa rápida aquisição e distribuição, independente de qual laboratório, desde que devidamente registrada. O mais importante é que tenhamos a vacina o mais rápido possível. Inclusive a Secretaria da Saúde do Ceará já conta com um plano para a distribuição nos nossos municípios”, ressaltou Camilo.

No encontro, Pazuello informou que lançará oficialmente nesta semana o Plano Nacional de Imunização e vai apresentar a articulação que o Ministério tem feito junto aos laboratórios. O próximo passo será a realização de encontros regionais sobre a logística de vacinação nos estados. A partir daí,  conforme relatou o governador, a estratégia é imunizar toda a população nacional, de forma simultânea.

Até 372 milhões de doses

Segundo Camilo, a previsão do Ministério da Saúde é a de fornecer até 100 milhões de doses no primeiro semestre do ano que vem, sendo 15 milhões em janeiro, via Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e um total de 372 milhões de doses em negociação. “O que o ministro tem garantido é que a primeira que estiver registrada será iniciada a vacinação”.

Insumos adquiridos

O Ceará investe na estrutura para garantir a vacinação mais célere no Estado, a partir do momento em que as vacinas forem liberadas. Já há a negociação, por parte da Secretaria da Saúde (Sesa) da aquisição de injeções para a aplicação das doses, e o Governo já anunciou a compra de 147 novas câmaras refrigeradas para acondicionar as doses.
Foto: Ascom Casa Civil

Fonte: Governo do Ceará

Postar um comentário

0 Comentários