Sindicato das escolas particulares do Ceará decide manter as aulas durante o carnaval


O Sindicato das Escolas de Educação de Ensino da Livre Iniciativa do Estado do Ceará (Sinepe) anunciou na noite desta segunda-feira (1º) que vai atender à recomendação do governador Camilo Santana e adiar para o segundo semestre deste ano os feriados escolares de carnaval dos dias 15, 16 e 17 de fevereiro.

“Acreditamos que este adiamento também deverá ser visto com bons olhos pelos professores, que certamente desejarão contribuir nesta missão cívica de evitar aglomerações e que viajantes levem e tragam o vírus entre as cidades do nosso Ceará”, informou o Sinepe.

O sindicado informou ainda que está trabalhando para alinhar junto aos órgãos envolvidos a data a ser definida para compensação do feriado, que será divulgada após ouvir o Sindicato dos Professores e Sindicato dos Auxiliares da Administração Escolar.
O comunicado foi assinado pelo presidente do sindicato, o professor Airton de Almeida Oliveira.

Decreto recomenda funcionamento normal

O novo decreto do Governo do Ceará, publicado neste sábado (30), recomendou às instituições de ensino para que funcionem normalmente no período de Carnaval, entre os próximos dias 15, 16 e 17 de fevereiro.

Na última quinta-feira (28), o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou que a recomendação atual de evitar a circulação de veículos entre a capital e o interior, durante o período de Carnaval, deve se transformar em norma, com a criação de um decreto específico para o período.

A medida é estudada para frear o aumento dos casos de Covid-19 no estado, como publicou o governador nas redes sociais.
“Ficou definido que o atual decreto será renovado, enquanto serão realizadas mais reuniões, durante a semana, para estabelecer novas medidas. Inclusive, com um decreto específico para o período do Carnaval, quando a recomendação atual de se evitar a circulação de veículos entre a capital e o interior deve se transformar em norma, além de outras providências”, declarou o governador.

A princípio, no dia 12 de janeiro, o Sinepe havia comunicado a manutenção do feriado nas instituições particulares. Na ocasião, o Sinepe justificou que as datas de carnaval e cinzas são negociadas por meio de convenção coletiva e, por isso, manteriam o feriado.

Foto: Thiago Gadelha/Sistema Verdes Mares

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários