Táxis e motoristas de aplicativo podem trabalhar no Ceará após toque de recolher, diz secretário


Motoristas que trabalham como taxistas ou por aplicativo poderão continuar trabalhando no Ceará após 22h, mesmo com o decreto em vigor que determina toque de recolher no estado após esse horário.

O secretário de Planejamento e Orçamento do Ceará, Flávio Ataliba, afirmou nesta quinta-feira (18) que a função é essencial e não é afetada pela restrição.

“Reforço o espírito do decreto, que é garantir o emprego das pessoas, o máximo possível. Então motoristas de aplicativo, que estejam regularmente funcionando, táxi… tudo continua funcionando como serviço essencial a partir de 22h”, explicou.

Serviços afetados

O decreto divulgado nesta quarta-feira (16) e que entra em vigor nesta quinta determina toque de recolher entre 22h e 5h. Nesse intervalo, só podem sair de casa pessoas que vão cumprir atividades essenciais, como o trabalho na área da saúde, por exemplo.

O decreto vale por 10 dias, até 28 de fevereiro.
As aulas presenciais serão suspensas na sexta-feira (19). Restaurantes e o comércio não essencial terão de fechar as portas mais cedo. Confira todos os detalhes do novo decreto.

📸 Reprodução/TV Globo

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários