Estudante de 12 anos se formará no ensino médio e na faculdade na mesma semana


Um garoto de 12 anos da Carolina do Norte usou o tempo de inatividade que teve durante a pandemia para fazer algumas aulas extras na escola. Agora, um ano depois, Mike Wimmer, de Salisbury, se prepara para se formar no ensino médio e na faculdade na mesma semana.

Wimmer completou quatro anos de escola em um ano – dois anos de ensino médio e um diploma de associado de dois anos (o equivalente a um diploma de tecnólogo no Brasil). Ele se formará no Rowan-Cabarrus Community College em 21 de maio e na Concord Academy High School em 28 de maio, onde é o orador da turma.

Mas esse nem sempre foi o plano, contou Wimmer. O aluno fazia duas aulas com matrícula dupla e percebeu que, no ritmo que estava indo, só precisava de mais algumas disciplinas para obter seu diploma de associado até a conclusão do ensino médio.

Ele afirmou que sua média de notas no Rowan-Cabarrus Community College é 4.0, enquanto no ensino médio é 5.45. As escalas de pontuações nos Estados Unidos, geralmente, são de 4.0 ou 5.0. 

Amor pela robótica

Apesar de ser vários anos mais jovem do que seus colegas de classe, Wimmer disse que se dá bem com eles e até foi nomeado para o Tribunal de Boas-vindas no ano passado.
Wimmer, que tem interesse em robótica, afirmou à CNN que é “o cara da matemática e das ciências”. O estudante sempre teve afinidade com a tecnologia. Ele ganhou seu primeiro iPad quando tinha 18 meses de idade e se perguntou como funcionava.

Por meio de tentativa e erro e vídeos online, ele aprendeu quase todo o seu conhecimento de programação e robótica. 
O garoto prodígio também criou sua própria startup, chamada Reflect Social, que “combina plataformas de mídia social populares com dispositivos de Internet das Coisas (IoT), proporcionando uma nova experiência social dinâmica”, de acordo com seu site Next Era Innovations.

A intenção de Wimmer para a startup é simplificar como a tecnologia de casa inteligente funciona, com o objetivo final de ajudar os outros. “Meu objetivo empresarial é construir tecnologia que permita às pessoas viverem uma vida melhor”, disse ele.

O que o futuro reserva

Os pais de Wimmer estão orgulhosos da pessoa que seu filho se tornou. “Se uma porta estiver trancada, ele encontrará outra maneira de descobrir como realizar seus objetivos”, ressaltou a mãe, Melissa Wimmer, à CNN.
Faltando apenas algumas semanas para a formatura, Wimmer disse que avalia muitas opções para seus próximos passos. Essas opções incluem ofertas de emprego dentro e fora dos Estados Unidos, além de uma bolsa de estudos que lhe permitirá expandir sua startup.

Mas ele explicou que quer que as pessoas saibam que ele ainda é uma criança e também arranja tempo para atividades infantis normais, como jogar basquete e construir legos. “Muitas pessoas pensam que desisti da minha infância ou de alguma forma a perdi”, relatou Wimmer, “e digo a eles que estou me divertindo muito.”

Foto: Reprodução/Mark Wimmer

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários