Eclipse total e maior superlua de 2021 acontecem nesta quarta-feira (26)


O céu desta quarta-feira (26) será iluminado por dois fenômenos simultâneos: um eclipse lunar total e a maior superlua deste ano. 
Os eclipses lunares acontecem quando o Sol e a Lua estão exatamente em lados opostos da Terra. Quando esse alinhamento acontece, o nosso planeta impede que parte da luz do Astro-Rei chegue até o satélite natural.

A nossa atmosfera também filtra a luz e dá à Lua um toque avermelhado, motivo pelo qual esse fenômeno é chamado por alguns de “Lua de Sangue”. 
A fase total desse eclipse será de curta duração, de cerca de 15 minutos. O melhor lugar para visualizá-lo será do leste da Austrália, da Nova Zelândia e das Ilhas Pacíficas. Já aqui no Brasil, só a fase parcial do eclipse poderá ser vista, a partir das 6h45 (horário de Brasília).

Se assistir o eclipse vai ser difícil, a superlua poderá ser vista por observadores de todo o mundo se o céu noturno estiver limpo.
Superlua é o nome dado para luas novas e cheias que acontecem no perigeu, como é chamado o ponto da órbita lunar mais próximo da Terra. Durante esse período, o satélite fica a 363 mil quilômetros do nosso planeta. Por estar mais perto, a Lua parecerá maior e mais brilhante que o normal. 

Essa é a segunda e a maior superlua deste ano — na primeira, em 26 de abril, o satélite estava  157 km mais longe que agora.

Segundo a Nasa, as superluas e os eclises são fenômenos diferentes, que nem sempre ocorrem ao mesmo tempo. “Este mês traz uma oportunidade excelente de aproveitar a vista”, diz o site da agência. 

Foto: Julian Stratenschulte/picture alliance via Getty Images

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários