Projeto Busca Ativa Escolar realiza monitoramento na Rede Municipal de Ensino


O Programa Busca Ativa Escolar realiza monitoramento dos alunos em situação de evasão e que foram (re) matriculados na rede municipal de ensino nos anos de 2020 e 2021.

Hoje, está inserido na plataforma um total de 315 alunos, destes 162 (fora da escola e em situação de busca ativa) e 153 (dentro da escola em situação de monitoramento).
De acordo com dados do censo escolar de 2018/2019, são alunos advindos da evasão.

O projeto é uma iniciativa da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME e da UNICEF com adesão do Município. O acompanhamento da plataforma busca ativa escolar é realizado pela Assessoria de Programas e Projetos Educacionais da Diretoria Pedagógica da Seduc.

As unidades escolares do município são orientadas a acompanhar a frequência dos alunos matriculados e a interação nos grupos de whatsapp e nas salas de aula virtuais. Casos em que os alunos não possuem acesso à internet, são assistidos por atividades impressas.

Segundo o assessor de Programas e Projetos Educacionais da Secretaria Municipal de Educação – SEDUC/JN, Prof. Edival Dias, caso a escola identifique a infrequência ou abandono de alunos, realiza a busca ativa in loco e não os localizando, aciona a SEDUC/JN.

A partir deste cenário, há o auxílio dos procedimentos legais, firmando parcerias com a rede intersetorial (SEDEST, SESAU, conselho tutelar, Ministério Público e outras instâncias).

Ele explica, ainda, que os dados referentes à evasão escolar são de planilhas importadas do censo, entretanto, por vezes, não reflete a realidade, pois o quantitativo está relacionado aos números dos anos anteriores.

A situação de evasão deixa de ser real para o município por diversos motivos: mudança para outros estados ou municípios, óbitos, ou já atingiram a maioridade.

Foto: Divulgação

Fonte: Ascom Juazeiro

Postar um comentário

0 Comentários