Carro fica preso a cerca antes de cair em ribanceira de 30 metros, e ocupantes escapam


A motorista e o ocupante do veículo 4 x 4 que caiu em uma ribanceira foram identificados pela polícia nesta quinta-feira (17). Eles sobreviveram graças a uma cerca nos primeiros metros da queda, que prendeu o veículo antes que ele desabasse até o fundo da ribanceira. Enquanto ficou preso à cerca, a motorista e o passageiro deixaram o carro.

O acidente ocorreu na madrugada quarta-feira (16), no município de Caririaçu.

A motorista Karine Martins dirigia o carro e afirmou que estava com um amigo. A administradora de empresas disse que seguia para Lavras da Mangabeira quando sentiu algo errado no pneu. De repente, o volante puxou para o lado e o automóvel saiu da pista e bateu em uma cerca.

“Estava dirigindo e do lado o meu amigo. Veículo puxou e acabou se enganchando numa cerca. Depois de bater na cerca meu amigo perguntou se eu estava bem e falei que achava que havia quebrado um dente”, disse

Karine Martins explicou que teve dificuldades para sair do carro, mas conseguiu junto com o amigo. Foi então que eles tiveram a ideia de colocar uma pedra grande no pneu com intuito de evitar que o carro caísse. Foi então que o veículo desceu.

“Disse que estava bem e expliquei que achava que tinha quebrado o dente. Depois de sair do carro meu amigo sugeriu que a gente achasse uma pedra para ele não descer. Minha esposa que estava na frente em outro veículo percebeu que não tinha seguido viagem e voltou para ajudar. Quando a gente foi para pista e depois voltamos para ver o carro ele já tinha caído. O carro desceu. Simplesmente se foi”, afirmou.

Após o veículo cair ela ligou para a polícia, mas não conseguiu falar com ninguém. Foi para casa e ligou para seguradora e registrou um boletim de ocorrência. O carro já foi retirado da ribanceira.

Depois de passar pelo susto, segundo Karine Martins, tudo que ela desejava era ir para casa e ficar perto da companheira e as duas filhas gêmeas.

Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários