Governo do Ceará implanta Fábrica do Programa Mais Nutrição no Cariri


Uma nova linha de produção do Programa Mais Nutrição foi entregue, nesta segunda-feira (21), na Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa) de Barbalha, na Região do Cariri, durante visita técnica ao local realizada pelo governador Camilo Santana e a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana. A transmissão do momento foi realizada pelas redes sociais em que foram mostradas as dependências do local e dado início aos trabalhos da nova fábrica.

O espaço foi reformado para abrigar a fábrica, o banco de alimentos e a central de distribuição do Mais Nutrição e, assim, atender 36 entidades credenciadas no Cariri e famílias que vivem no entorno da Ceasa. O investimento para a obra, aquisição de equipamentos e contratação de pessoal ultrapassa os R$ 1,6 milhão. Também participaram do momento o prefeito de Barbalha, Guilherme Saraiva, o secretário de Desenvolvimento Agrário (SDA), De Assis Diniz; o presidente da Ceasa-CE, José Leite, e o diretor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Ceará), Paulo André Holanda, representando a Fiec; além do deputado federal José Guimarães e do deputado estadual Fernando Santana.

O local receberá os alimentos doados pelos permissionários e produtores rurais da região e terá a produção das polpas de frutas, além da oferta do mix para preparo de alimentos, produzido em Maracanaú. Parte do maquinário utilizado na fábrica contou com a parceria do Sistema Fiec/Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) que também realizará cursos para colaboradores e beneficiários do Mais Nutrição Cariri.

120 mil cestas básicas para o Estado

Além dos alimentos doados para as entidades, o Mais Nutrição está distribuindo cerca de 120 mil cestas básicas em todo o Estado. As famílias da Região do Cariri começam a receber as cestas básicas do Estado ainda nesta segunda-feira, totalizando mais de 370 toneladas de alimentos apenas para a região.

A ação conta com a parceria da Assembleia Legislativa e Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). “O Mais Nutrição está sendo responsável pela distribuição de cerca de 120 mil cestas básicas. Cestas básicas adquiridas pelo Governo do Ceará e alimentos também doados por algumas instituições. Só aqui no Cariri serão quase 20 mil cestas básicas entregues também e kits de higiene às famílias vulneráveis da região e esse é um trabalho somado a uma série de ações que o Estado tem feito de apoio às famílias mais vulneráveis nesse momento difícil de pandemia”, destacou o governador Camilo.

“É um momento importante para a Região do Cariri a inauguração deste espaço. Uma oportunidade de levar alimentos pras crianças da Região do Cariri. Um programa de sustentabilidade, que evita o desperdício e garante a segurança alimentar das crianças. É com muita felicidade que hoje estamos fazendo a distribuição destas cestas básicas para as famílias e a entrega de alimentos às entidades que fazem um trabalho bonito com as crianças, adolescentes”, destacou a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

O prefeito de Barbalha, Guilherme Saraiva, agradeceu a implantação do programa na Região do Cariri. “A gente só tem a agradecer por esse programa nesse momento de vulnerabilidade que a gente está passando por conta do coronavírus. Nós, os prefeitos da Região, estávamos ansiosos e agora está chegando aqui esse programa. Parabéns!”, disse.

Cursos para o Cariri

O Governo do Ceará e a Fiec/Senai assinaram termo de cooperação técnica para formação de colaboradores do Mais Nutrição do Cariri e de Maracanaú e de adolescentes das entidades beneficiadas, com a realização de 195 cursos. “Vamos atender mais de 3.800 pessoas. São cursos de iniciação, de aperfeiçoamento e de qualificação profissional. Serão realizados no Cariri, Maracanaú e futuramente em Tianguá”, pontuou Paulo André Holanda, diretor do Senai-CE, que representou a Fiec no evento.

Sobre a ação

O Mais Nutrição, que integra o Programa Mais Infância Ceará, já distribuiu mais 920 toneladas de alimentos “in natura”, polpa de frutas e mix de legumes para preparos de alimentos, entre outros gêneros, promovendo a segurança alimentar e nutricional de crianças e adolescentes e combatendo o desperdício de alimentos. Os produtos estão aptos para o consumo humano, mas seriam desperdiçados ou por questões estéticas ou simplesmente pelo excesso da safra; e passam a ser reaproveitados para os cearenses na fábrica localizada na Ceasa de Maracanaú.

Para garantir a correta manipulação e preparo dos alimentos, tudo passa por um rigoroso e importante trabalho de prevenção e higienização, feito diariamente. Além das entidades já cadastradas para o recebimento dos produtos, a ação já ofertou doações para 41 municípios cearenses, com o intuito de ajudar pessoas nas mais diversas situações, entre elas: vítimas de enchentes, entidades artesanais, artistas circenses, instituições que atendem pessoas em situação de rua, crianças com câncer e fissura labiopalatal, além de famílias atendidas pelo Programa Mais Infância Ceará.

Além dos alimentos “in natura”, polpas de frutas e mix de legumes, o Mais Nutrição já repassou para as entidades alimentos apreendidos pela Secretaria da Fazenda do Estado e em ações das polícias Civil e Militar, após avaliação da qualidade para o consumo humano. Os produtos que não estão aptos para o consumo humano também são reaproveitados, sendo enviados para o Ibama, em parceria para a alimentação animal.

Foto: Nívia Uchoa

Fonte: Governo do Ceará

Postar um comentário

0 Comentários