Hapvida investe em desospitalização para proporcionar aos pacientes que se recuperem da Covid-19 em casa


Já foram 3.200 pacientes desospitalizados no Ceará e 8.200 em todo o país; Sistema Hapvida oferece apoio integral de equipe multidisciplina.

O Brasil ainda enfrenta, diariamente, a pandemia do novo coronavírus, por isso, o Sistema Hapvida deu início a uma estratégia, em todo o país, que proporciona mais conforto aos pacientes que receberam o atendimento necessário na unidade e podem terminar o tratamento da Covid-19 em casa, junto com a família: a desospitalização.

Este processo é indicado aos pacientes que podem, com aval médico, continuar o tratamento em casa. Eles contam com suporte de aparelhos e profissionais empenhados em fornecer toda a assistência necessária para a plena recuperação, como explica o Dr. Anderson Nascimento, Head da Rede Hospitalar do Sistema Hapvida.

“Contamos com suporte domiciliar, seja de oxigênio, médico, enfermagem, fisioterapia, psicologia, conforme a necessidade desse paciente. Além disso, se recuperar no ambiente familiar é muito importante para as pessoas. Isso, para nós, tem sido uma tarefa recompensadora”, expressa.

Um dos pacientes que voltou para casa foi o Marcos Antônio Pereira, 47, gerente de assistência técnica automobilística, que esteve internado durante oito dias. “Estou muito feliz e me sentindo muito bem, podendo me recuperar em casa, com todo o material técnico e com a equipe de profissionais do Hapvida. Minha recuperação está satisfatória. Hoje, já posso fazer minha caminhada, seguindo orientação do fisioterapeuta. Eu indico para todas as pessoas. Quem puder se recuperar em casa, aproveite”, testemunha Marcos.

“Desempenhar esse papel é muito gratificante para todos nós. Permitimos que pacientes estejam em um ambiente muito mais acolhedor e propício para que essa fase de convalescença passe”, diz dr Anderson.

O programa de desospitalização conta, atualmente, com serviço próprio de call center, telemonitorização ativa de enfermagem, teleconsultas médicas com equipe multidisciplinar.

A Diretora Médica do Sistema Hapvida, Luciane Amaral, comemora também o sucesso do programa.

”O programa de alta hospitalar vem ajudando muitos pacientes que tiveram Covid-19 e em casos selecionados. Já atendeu clientes de várias cidades do país. Desde dezembro de 2020 já foram 3.200 pacientes desospitalizados pelo programa no Ceará. Considerando o alcance nacional da rede, o número chega a 8.200, com apoio multidisciplinar e integral, a luta contra a Covid-19 vai além do atendimento hospitalar, chegando na casa do paciente, onde possibilita uma reabilitação acelerada e humanizada”.

Mesmo com todo o suporte, é preciso continuar mantendo a rotina de cuidados, como manter o distanciamento social, usar máscara ao sair, lavar as mãos e usar álcool gel.

Mais informações,

Assessoria ComMonike
commonike.com.br

Postar um comentário

0 Comentários