Juazeiro do Norte inclui padres, bispos e pastores nos grupos prioritários da vacinação


A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte incluiu nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19 líderes religiosos. A disposição publicada no Diário Oficial de 22 de junho (Lei Nº 5162) cita apenas padres, pastores e bispos. 

“Para efeitos desta Lei, entende-se como líderes religiosos: I- padres; II- pastores; III- bispos”, aponta o Art. 2º. A inclusão dos líderes religiosos nos grupos prioritários do Plano Municipal de Vacinação foi aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Glêdson Bezerra (Podemos).

A Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte respondeu, via mensagem de WhatsApp, que segue o plano de operacionalização da vacina, “atendendo, por faixa etária, de acordo com resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB)”.

O POVO procurou ainda a assessoria de imprensa do prefeito Glêdson Bezerra (Podemos) na manhã deste sábado, 26, em dois números de WhatsApp, às 11h41min e às 11h50min. A reportagem questionou sobre a inclusão de líderes de outras religiões, como da matriz africana, por exemplo. Ligações às 13h27min e às 13h29min para números da assessoria e do prefeito, respectivamente, também não foram atendidas. Até o momento, não houve resposta.

Vereador Claudionor Lima Mota, autor da lei, foi procurado durante a manhã. Por áudio de WhatsApp, às 12h38min, ele explicou que estava com uma gripe muito forte e pediu para conversar com a reportagem na próxima segunda-feira, 28. 

Vacinação em Juazeiro do Norte

Vagas para vacinação de gestantes e puérperas, população geral nas faixas etárias de 40 a 44 anos e de 45 a 59 anos serão liberadas ainda na tarde deste sábado, 26. Os agendamentos são destinados à aplicação da primeira dose (D1) contra a Covid-19 neste domingo, 27.

De acordo com informe da Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, a vacinação de amanhã tem 3.100 vagas para o público de 45 a 59 anos, 2.675 vagas para pessoas de 40 a 44 anos, além de mais 550 vagas para gestantes e puérperas. Todos devem estar cadastrados no Saúde Digital.

Leia PDF do documento na íntegra

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Fonte: O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários