Mulheres procuram mais vacinação contra Covid-19 do que homens, no Ceará; estado já vacinou 34% dos adultos com 1ª dose


A quantidade de mulheres que buscam a vacinação contra a Covid-19, no Ceará, é maior que a de homens em todas as faixas etárias (veja abaixo o gráfico). Este cenário foi comentado nesta sexta-feira (18) pelo secretário da Saúde do estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto). Até o momento, 34% da população adulta cadastrada já foi vacinada coma primeira dose no estado.

“Isso é um evento que tem acontecido em todo o Brasil. Em todas as faixas etárias o número de mulheres vacinadas é bem maior que o dos homens”, destaca o secretário.

Foto: IntegraSUS/Sesa

Dr. Cabeto ainda aponta outra situação que reforça a necessidade de imunização entre os homens. “É muito importante lembrar a população masculina da importância de se vacinar e de comparecer aos postos de vacinação porque, em geral, os quadros tem sido mais graves na população masculina do que na feminina”, complementa o secretário.

Conforme dados do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará, o estado possui um aparente equilíbrio entre o número de homens e mulheres, sendo 51,26% de habitantes femininas, e 48,74% de habitantes masculinos.

População vacinada

O Ceará tem, até esta sexta, 34% da população adulta (acima dos 18 anos) já vacinada com a primeira dose. A previsão do governo do estado é chegar aos 40% deste público neste fim de semana. Com a segunda dose, o número no estado é 15%.

Os números foram comentados em live realizada junto ao governador Camilo Santana, onde foi anunciado que o decreto com as medidas preventivas contra o coronavírus no estado permanece o mesmo da semana passada.

Quase dois milhões de cadastros no Saúde Digital

O mês de junho registrou 1.961.135 cadastros para vacinação contra Covid-19 no Ceará até esta sexta-feira (18); mas só 1.792.702 foram confirmados por email, o que é necessário para efetivar o cadastro. Os dados do Saúde Digital apresentados no IntegraSUS — ambas plataformas da Secretaria da Saúde estadual (Sesa) — mostra ainda que, ao todo, foram 4.045.322 inscrições realizadas desde o início da imunização.

O recorde de cadastros em junho aconteceu no dia 14, quando foram registrados 162.998 cadastros; é também o maior número desde quando o cadastro foi aberto. Contudo, há 256.128 cadastros que foram inicialmente feitos, mas não foram confirmados por email, de acordo com o IntegraSUS.

“Isso significa que a população que antes era invisível está aparecendo para os gestores para que seja agendada e vacinada”, comentou Magda Almeida, secretária Executiva de Vigilância e Regulação da Sesa.

Nesta quinta-feira (17), foi liberado o cadastro do público entre 12 e 17 anos para vacinação contra a Covid-19 na plataforma Saúde Digital. Contudo, ainda não há previsão para o início da imunização da população abaixo dos 18 anos.

Mutirões de cadastro

Um dos fatores que influenciam o avanço da quantidade de pessoas cadastradas no estado pode estar relacionado com os mutirões realizados para a população que não tem acesso à internet ou tem dificuldade com aparelhos eletrônicos (computadores, notebook, celulares etc.).

Uma destas iniciativas foi idealizada por estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC). O ‘Cadastra Eu’ foi planejado para acontecer em praças, terminais de ônibus e outros locais com bastante circulação da capital.

Na última terça-feira (14), a Prefeitura de Fortaleza também realizou um mutirão nos 27 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) do município, no Cuca Jangurussu, Cujca José Walter e no Centro Cultural Canindezinho.

Foto: Thiago Gadelha/SVM

Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários