Ceará apresenta aumento de 178,2% na apreensão de drogas no mês de julho


O trabalho rigoroso e diuturno das Forças de Segurança do Ceará resultou no aumento de 178,2% no total de drogas apreendidas durante o mês de julho de 2021, em comparação com o mesmo período em 2020. No ano passado, considerando apenas o mês de julho, foram 234,1 quilos de drogas recolhidos em ações de patrulhamento e abordagens, com base em ações de inteligência e investigação, integradas às estratégias de combate à criminalidade no Ceará. Já em 2021, o total de apreensões quase triplicou e resultou em 651,4 quilos de drogas apreendidas no Ceará. Os números foram apresentados nesta quarta-feira (11).

Para o titular da SSPDS, Sandro Caron, o aumento na apreensão de drogas no mês de julho é “fruto da intensificação das atividades de inteligência, investigação e integração entre a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), Polícia Militar do Ceará (PMCE), sempre amparadas pela Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS”, ressalta.

No acumulado do ano, o balanço também é positivo. Entre janeiro e julho de 2021, as apreensões de drogas cresceram 94,6% em todo o território cearense. No período, foram mais de três toneladas de drogas retiradas de circulação. Nos sete primeiros meses do ano passado, as Forças de Segurança do Estado apreenderam 1,5 tonelada de entorpecentes.

Conforme o delegado Alisson Gomes, diretor da Delegacia de Narcóticos (Denarc), o total de drogas apreendidas mostra o empenho do Estado no combate ao tráfico de drogas. “Combatendo o tráfico, contribuímos com a sensação de segurança e a redução dos crimes violentos”, explica.

O tenente-coronel Kilderlan Sousa, comandante do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), explica que essas apreensões contribuem com o bem-estar da população. “Esses números demonstram que estamos no caminho certo. Capitaneados pela SSPDS, conseguimos contribuir com a paz social. Essas apreensões impactam nos gastos públicos com vítimas da violência, com o tratamento de dependentes químicos, redução de Crimes Violentos Letais Intencionais e outras questões que tangenciam o Estado do Ceará.”

Primeiro semestre

Entre janeiro e junho de 2021, as Forças de Segurança do Ceará apreenderam 2,4 toneladas de drogas em todo o Estado. O total de apreensões representa um crescimento de 80% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando 1,3 tonelada de entorpecentes foi retirada de circulação. Somente em junho último, houve um aumento de apreensões estimado em 37,2%, quando se compara com o mesmo mês em 2020.

Os dados referentes a apreensão de entorpecentes no Ceará foram compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), órgão vinculado à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Incineração de ilícitos

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) realizou, no último mês de junho, a incineração de mais de uma tonelada de drogas que foram apreendidas em ações policiais de 2015 até este ano. A queima dos entorpecentes aconteceu em uma cerâmica, no município de Aquiraz – Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13) da Região Metropolitana de Fortaleza.

No total, as equipes da Delegacia de Narcóticos (Denarc) incineraram 846,4 quilos de maconha, 22,4 quilos de crack, 80,5 quilos de cocaína e 70,2 quilos de pó branco utilizado no preparo dos ilícitos, além de 800 comprimidos de ecstasy, 11 selos de dietilamida do ácido lisérgico (LSD), 23 comprimidos psicotrópicos, quatro frascos de lança-perfume, além de cinco mudas de maconha e três tabletes pequenos da mesma droga.

Denúncias

A população pode contribuir repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Foto: Divulgação

Fonte: Governo do Estado

Postar um comentário

0 Comentários