Hospital privado no Crato será adquirido para ampliar atendimento à população e dar suporte ao curso de Medicina da Urca


No Ceará, o trabalho de ampliação da rede hospitalar pública é contínuo. Após efetivar a aquisição de hospitais em Crateús, Itapipoca e Fortaleza, o Governo do Ceará vai adquirir um novo hospital, desta vez no Crato, município da região do Cariri. Para esta última medida, o governador Camilo Santana encaminhou projeto de lei para a Assembleia Legislativa solicitando autorização de criação de crédito especial.

Quando for incorporada à rede pública estadual, a unidade de saúde funcionará como hospital-escola da Universidade Regional do Cariri (Urca), que está implementando a oferta da graduação em Medicina neste segundo semestre de 2021. O hospital a ser adquirido pelo Governo do Ceará no Crato por R$ 38.670.000,00 possui perfil assistencial na rede materna infantil em gestação de alto risco, e também funciona como porta de entrada de urgência e emergência, com 215 leitos, distribuídos em UTI adulto geral, UTI Covid adulto, UTI neonatal e leitos de UTI pediátrico.

O antigo Hospital São Francisco, hoje São Camilo, atualmente participa do Programa Estadual de Incentivo Hospitalar da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará como hospital de porte IV. Também será adquirido o prédio ao lado da unidade hospitalar, onde era sediada a Casa de Caridade do Crato.

Aquisições

No ano passado, o Hospital Leonardo Da Vinci (Helv), que estava fechado em Fortaleza, foi adquirido e equipado pelo Estado para atender pessoas com Covid-19. A unidade começou a receber pacientes no dia 23 de março de 2020, ainda sob contrato de aluguel. Uma vez diminuindo os índices da pandemia, o Hospital tem estrutura para receber pacientes para cirurgias eletivas de diversas especialidades, pois possui perfil de média e alta complexidade. Atualmente o Hospital Estadual Leonardo Da Vinci conta com 237 leitos total, sendo 50 espaços de UTI para Covid-19, 30 clínicas voltadas para Covid-19, 64 clínicas médicas, 84 clínicas cirúrgicas e 9 leitos de UTI adulto.

Em dezembro, o Governo do Ceará adquiriu o Hospital Geral de Crateús, unidade hospitalar filantrópica administrada pela Associação São Camilo desde 2011. A unidade de saúde tem 155 leitos, incluindo 10 leitos de UTI instalados pelo Governo do Estado para tratamento de pacientes com a Covid, e que permanecerão no local para atender a população após a pandemia. No hospital também serão realizados gratuitamente diversos tipos de consultas e exames.

Por sua vez, a aquisição do Hospital Geral de Itapipoca foi efetivada pelo Governo do Ceará já neste ano e atualmente dá suporte ao enfrentamento do Estado à pandemia de Covid-19. A unidade deve se tornar mais um Hospital Regional, com 200 leitos. A transformação numa unidade de alta complexidade beneficiará os cearenses que não precisarão se deslocar a Sobral ou a Fortaleza para ter assistência a serviços de oncologia, ortopedia, neurologia, cardiologia e especialidades diversas para cirurgias eletivas.

Transparência

Todos os investimentos feitos pelo Estado são transparentes e os dados podem ser facilmente acessados por qualquer cidadão através do endereço cearatransparente.ce.gov.br. O Ceará lidera o ranking nacional com nota 10 na 2ª edição da EBT, Escala Brasil Transparente 360º, uma iniciativa da Controladoria Geral da União que avalia estados e cidades de todo o Brasil. Isto é resultado do trabalho que o Governo do Ceará vem realizando ao longo destes anos, reafirmando o compromisso em manter a transparência com as contas públicas e a disponibilidade de acesso aos dados.

Foto: Tatiana Fortes  / Fonte: Governo do Estado

Postar um comentário

0 Comentários