Lula chega ao Ceará e é recepcionado pelo governador Camilo Santana


O ex-presidente Lula (PT) chegou a Fortaleza no fim da tarde desta sexta-feira (20) para dar continuidade a uma sequência de viagens que tem feito por estados do Nordeste. Até a próxima segunda-feira (23), a agenda do petista no Ceará inclui compromissos com o governador Camilo Santana (PT) e reuniões com lideranças locais de outros partidos.

O governador, aliás, recebeu o ex-presidente na sede da Ciopaer, no Aeroporto de Fortaleza. “Bem-vindo ao Ceará, querido presidente Lula”, disse o chefe do Executivo Estadual nas redes sociais. 

Lula foi recepcionado por dirigente petistas, como os presidentes estadual, Antônio Filho, o Conin, e municipal, o deputado estadual Guilherme Sampaio. Os deputados federais José Airton, José Guimarães e Luizianne Lins também encontraram o ex-presidente, que chegou ao Ceará acompanhado da deputada federal Gleisi Hoffman (PT-PR), presidente nacional da sigla. 

Entre os parlamentares, o discurso de que Lula veio ao Estado para discutir o desenvolvimento regional e o enfrentamento ao Governo Bolsonaro se repetia. No entanto, nos bastidores, as conversas giravam em torno das articulações nacionais e locais para 2022. 

ALIADOS

“Ele vai ter esse diálogo com o governador, vai se inteirar dos desafios do Ceará, conhecer projetos no nosso Estado, vai inclusive visitar a ZPE, e, a partir dessas conversas, creio que vai formatar como fazer o processo político no Estado”, disse o deputado José Airton.

Segundo ele, as discussões não devem tratar de nomes para o pleito de 2022, já que a direção nacional do PT estabeleceu o mês de outubro para definir as indicações.

Por outro lado, Lula deve ter reuniões com lideranças partidárias, entre elas o ex-senador Eunício Oliveira (MDB), que é cotado para disputar uma vaga como parlamentar e pode contar com o apoio do aliado petista. Representantes do PCdoB e Psol também devem se reunir com Lula. 

“Fica claro que quando políticos se reúnem não deixam de tratar das questões relacionadas a 2022. Ele vai dialogar com o PT e com o governador; com o PCdoB, com o MDB e com o PSB”, declarou o deputado José Guimarães (PT) ao Diário do Nordeste.

Para Luizianne Lins, as discussões políticas sobre 2022 ainda têm muitas incertezas, mas já há condições inegociáveis. “O palanque do Lula tem que ser obrigatoriamente garantido no Ceará, e vou até as últimas instâncias para, dentro do partido, fazer esse debate”, garantiu.

ALIANÇA NO CEARÁ

Nesta primeira visita do ex-presidente ao Ceará após ser apontado como pré-candidato petista à Presidência, um dos assuntos debatidos deve ser o futuro da aliança entre PT e PDT no Ceará. 

Ainda nesta sexta-feira (20), Lula e Camilo Santana devem se encontrar em um jantar. O governador é defensor da manutenção da aliança entre as duas siglas nas eleições estaduais. No entanto, outra ala do PT defende que o partido saia em uma disputa de chapa pura – ou que ao menos não se alie com a sigla do também pré-candidato Ciro Gomes (PDT).

O Ceará é o quarto estado nordestino a ser visitado por Lula nessa passagem pela região. Ele encerrou a visita a Pernambuco na última segunda-feira (16), após dois dias de articulação política e encontros com movimentos sociais e populares. De lá, seguiu para o Piauí e Maranhão. 

AGENDA

Além do encontro com o governador Camilo Santana, nesta sexta-feira, o ex-presidente visitará o Porto do Pecém no sábado (21). No mesmo dia, ele ainda terá encontro com representantes de movimentos sociais e influenciadores digitais. 
A agenta política será retomada na segunda-feira (23), quando ele se reunirá com prefeitos petistas no Ceará e terá reuniões com lideranças políticas do Estado. 

Foto: Ricardo Stuckert / Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários