Obras avançam no Centro Socioeducativo Padre Cícero, em Juazeiro do Norte


O Superintendente da Seas, Roberto Bassan, visitou no último final de semana, o Centro Socioeducativo Padre Cícero, cujas obras estão em andamento, com previsão de engrega até o final deste ano. A nova unidade será destinada a adolescentes do sexo masculino em cumprimento de medidas socioeducativas e tem um total de 90 vagas. O espaço possui 5.928,24 m².

De acordo com Bianca Lobo, arquiteta e coordenadora de Infraestrutura da Seas, a proposta básica refere-se a uma edificação simples e racionalizada, atendendo aos critérios básicos para o funcionamento das atividades conforme orientações do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). O projeto apresenta, na área interna da muralha, sete blocos de alojamentos independentes, quatro blocos de apoio para os adolescentes, com refeitório, oficinas e salas de aula, uma quadra poliesportiva coberta, um campo de futebol e um anfiteatro. Na área externa da muralha, encontram-se o bloco administrativo, o bloco de corpo da guarda e o bloco de oficinas/empresas.

A primeira zona, administração/área técnica/visitas, onde os adolescentes são recebidos assim que chegam à unidade de internação, é também local onde ocorrem as visitas semanais de seus familiares. Além disso, esta zona compreende as salas técnicas dos profissionais de assistência social, pedagogia e advocacia, bem como a área administrativa da unidade, compreendendo secretaria, sala de monitoramento e diretoria. A segunda zona, área médica, compreende: consultório médico, odontológico e psicológico, posto de enfermagem, além de outras áreas para atendimento dos adolescentes.

Terceira zona

A terceira zona é a serviços/cozinha. Nela encontram-se: vestiários e refeitório dos funcionários, lavanderia, almoxarifado, despensas e cozinha. Outro bloco localizado no exterior da muralha é o Corpo da Guarda, que é composto pelo alojamento dos policiais e dos oficiais, por um vestiário, pelo arsenal e pelo comando da guarda, além da subestação. Esse bloco possui, em seu pavimento superior, uma passarela com acesso à muralha para monitoramento da Unidade. No bloco de oficinas/ empresas existem duas áreas de oficinas, com banheiros, escritório e depósito, onde os adolescentes podem prestar serviços para possíveis empresas que tenham interesse em sediar essas duas oficinas na Unidade.

No interior da muralha, estão localizados seis blocos idênticos que correspondem aos alojamentos dos adolescentes. Cada um desses blocos de alojamento é composto por seis dormitórios com três camas cada um, por um pátio interno descoberto, pela sala do monitor com um banheiro, por uma sala atendimento técnico e um depósito. Existem três desses seis blocos que são acessíveis, possuindo cinco dormitórios com três camas e um dormitório acessível com uma cama.

Atendimento pedagógico

Um desses seis blocos é destinado a adolescentes que necessitam de uma convivência protetora. Ele é isolado dos demais blocos por um muro e alvenaria. Existe ainda um bloco de recolhimento, o qual se destina alojar adolescentes que momentaneamente não estão em condições de convívio social dentro da unidade, este possui dois dormitórios com três camas cada e duas salas de oficinas destinadas ao bloco de convivência protetora.

Além dos blocos de alojamento, existem no interior da muralha, dois blocos de atendimento pedagógico, um de oficinas, um refeitório, um anfiteatro, uma quadra poliesportiva coberta e um campo de futebol. Os dois blocos de atendimento pedagógico possuem cinco salas de aula, duas salas de informática, uma biblioteca, uma secretaria, uma coordenação, banheiros e depósito. O bloco de oficinas possui 5 salas de oficinas, banheiros e depósito.

A quadra poliesportiva coberta, o anfiteatro e o campo de futebol localizam-se numa mesma zona do terreno. São equipamentos destinados ao lazer dos adolescentes.

Foto: Reprodução / Fonte: Governo do Ceará

Postar um comentário

0 Comentários