Serviço de Inspeção Municipal está sendo implementado, em Crato


O município do Crato está se organizando para implementar o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), responsável pela fiscalização industrial e sanitária dos produtos de origem animal. A Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Recursos Hídricos, tem discutido a implementação do decreto Nº 3007001/2021, que regulamenta a Lei do Serviço de Inspeção Municipal.

A implementação do serviço fortalecerá a segurança e qualidade alimentar dos produtos de origem animal, desde sua produção até o transporte e acomodação para comercialização. A implementação da lei é um avanço, segundo o Secretário de Desenvolvimento Agrário do Crato, Carlos Freires. “O Decreto põe em vigor a Lei Municipal do SIM. Agora estamos conversando com membros da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará e da Vigilância Sanitária para alinharmos as próximas etapas”, explica.

De acordo com o Fiscal Estadual Agropecuário, Felipe Francelino, o trabalho do serviço de inspeção é fundamental para garantir que o alimento que chega até a mesa da população seja de qualidade. “É de suma importância que esse programa esteja ativado e que possamos acompanhar de perto os estabelecimentos que produzem esses produtos”, destaca o fiscal, que também irá trabalhar junto ao município para implementação do SIM.

Discutir as metodologias para adotar o SIM é o primeiro passo. A Tecnóloga em Alimentos da Vigilância Sanitária do Crato, Ana Letícia, pontua que o trabalho da fiscalização nos comércios, após a adoção do SIM será primordial para melhorar a qualidade dos alimentos. “A gente atuará diretamente no comércio, na fiscalização dos estabelecimentos. Então, a gente vai até o local ver se o produto está irregular, se tem o selo de inspeção, selo municipal, ou selo estadual. Se não tiver nenhum selo a gente apreende o produto, notifica o estabelecimento a não adquirir mais aquele produto que está sendo comercializado de maneira irregular”, explica.

Foto: Divulgação / Fonte: Ascom Crato

Postar um comentário

0 Comentários