Após revelação de traição, internautas chamam Bolsonaro de “corno”


Nesta sexta (3), foi revelado que Jair Bolsonaro teria sido traído pela ex-mulher Ana Cristina Valle em 2007.

O caso foi exposto por Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, ex-empregado da família.

Após a notícia, “Bolsonaro corno” bombou no Twitter.

A fofoca motivou internautas a lembrarem de um relatório do Exército de 1987. No documento, pedia-se que ele passasse a “averiguar os passeios” da então esposa, Rogéria. Ele ainda foi chamado de “mercenário, corno e contrabandista”.

Outros usuários da rede social ainda lembrar de uma frase de Michelle, que disse querer que ele tivesse “mais energia dentro de casa” e o boato de que a primeira-dama estaria traindo-o com Osmar Terra.

Confira:

 

 

 

 

 

Entenda a suposta traição de Bolsonaro

Segundo Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, ex-empregado da família, Ana Cristina Valle traiu Jair com seu segurança. O caso com o bombeiro militar Luiz Cláudio Teixeira, que fazia escolta do clã no Rio, teria causado o fim do casamento.

Posteriormente, o caso, segundo o ex-funcionário, teria feito Jair colocar Flávio e Carlos no comando das “rachadinhas”.

A briga também envolve acusações de roubo, sequestro e a guarda do filho caçula, Jair Renan.

Postar um comentário

0 Comentários