Defesa Civil reconhece situação de emergência por estiagem em duas cidades do Ceará


O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), reconheceu a situação de emergência em Beberibe e Capistrano atingidas por conta da estiagem. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (28).

Em 13 de setembro, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Governo Federal, havia reconhecido situação de emergência em Cascavel, Independência e Santa Quitéria.
Segundo o MDR, o município de Comercinho, Minas Gerais, também sofre com a falta de chuvas. Já Dom Aquino, no Mato Grosso, e Morro Agudo, em São Paulo, foram atingidas por incêndios florestais.

Na Região Sul, por outro lado, foram registrados fortes vendavais em Jaguapitã, no Paraná, e chuvas de granizo na cidade de São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul. O fenômeno natural causa grandes prejuízos à agricultura, além de destruir a infraestrutura local. A Defesa Civil Nacional disponibilizou uma cartilha para orientar a população sobre como agir quando há ocorrência desse desastre natural.

Acesso a recursos

Com o reconhecimento federal, os municípios atingidos por desastres naturais podem solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados.

De acordo com o órgão, a solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante a ser liberado.

Alertas

A Defesa Civil Nacional possui um sistema de alerta de desastres naturais gratuito. Qualquer cidadão pode se cadastrar, enviando um SMS com o CEP de sua residência para: 40199. Os alertas são emitidos por meio da Interface de Divulgação de Alertas Públicos (Idap). Para saber mais, acesse este link.

Foto: Jewison Cabral / Fonte: Portal G1 Leia

Postar um comentário

0 Comentários