Hapvida desmobiliza mais de 95% dos leitos destinados ao combate à covid-19


Iniciativa acompanha a forte redução do volume diário de internações.

O Sistema Hapvida começa a colher resultados do avanço da vacinação no Brasil. Os hospitais e prontos atendimentos da rede própria já começaram a sentir uma queda significativa no volume de atendimentos e internações relacionados à Covid-19.

Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, observou-se uma forte redução no volume diário de admissões à internação – de uma média de 200 para cerca de 20 internações por dia. A média de permanência hospitalar também voltou para patamares pré-pandêmicos, com valores mais recentes em torno de 3,7 dias/internação.

Com isso, o Sistema Hapvida iniciou um processo de desmobilização e caminha para a normalização operacional: o número de leitos dedicados a casos de Covid-19 já foi reduzido em mais de 95%.

Além do valor total de R$ 220 milhões destinado para o enfrentamento da pandemia, R$ 62 milhões foram utilizados para contratações de seis mil profissionais da saúde.

O restante foi alocado investimentos com foco na melhoria contínua da rede hospitalar e no melhor atendimento dos nossos clientes. “Estamos muito satisfeitos com o trabalho realizado até aqui, em um cenário completamente adverso. A maior parte do recurso foi investido em materiais, equipamentos de proteção e na expansão da capacidade hospitalar. Como o Hapvida permanece, todos os investimentos realizados no combate à covid puderam ser utilizados de forma perene nas mesmas unidades ou em novas localidades. Isso é extremamente confortante e motivador”, diz Anderson Nascimento, Head da Rede Própria do Sistema Hapvida.

Assessoria Commonike
commonike.com.br

Postar um comentário

0 Comentários