Jornalistas debatem midiativismo na pandemia em evento da UFCA


O quarto dia de programação da V Semana de Jornalismo do Cariri irá discutir midiativismo em tempos de pandemia. Nesta quinta-feira (30), o evento do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri (UFCA) recebe Nayara Felizardo, repórter da agência de notícias The Intercept Brasil (TIB), Claudiane Lopes, do Jornal A Verdade e a repórter do Brasil de Fato, Naya Tawane. A mesa terá início às 18h30, com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Semana.

Ganhadora do último Prêmio Anamatra de Direitos Humanos, em 2020, Nayara Felizardo tem atuado na cobertura de pautas investigativas do The Intercept Brasil nas regiões Norte e Nordeste. Durante o evento organizado pela UFCA, ela irá falar sobre a importância de veículos independentes, tanto de verbas de agentes públicos quanto privados, para o jornalismo investigativo. “Sem essas amarras (do governo e dos anunciantes), há mais espaço para um jornalismo investigativo de profundidade e combativo”, conclui.

A The Intercept Brasil é uma agência de notícias criada em 2014, com o objetivo de promover um jornalismo investigativo que visa questionar e expor casos de corrupção de grandes autoridades nacionais e internacionais. Inicialmente financiado pelo criador da Ebay, Pierre Omidyar, hoje a agência conta com uma rede de dez mil apoiadores, que contribuem regularmente com a sua estruturação.

Desde de 2020, a agência vem fazendo um trabalho integrado entre as regiões do país na produção de artigos, matérias e reportagens para compor a cobertura especial intitulada “A Crise do coronavírus”, disponível no site theintercept.com/especiais/a-crise-do-coronavirus/.

A jornalista e fotógrafa Claudiane Lopes também participa das discussões. Assessora de Comunicação do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Quixadá, Ibaretama, Banabuiú, Choró e Ibicuitinga (SINDSEP), ela também atua na diretoria do Sindicato dos Jornalistas dos Estado do Ceará (Sindjorce) e é Coordenadora Nacional do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB).

E para finalizar a composição da noite, a mesa contará com a presença de Naya Tawane, repórter do Brasil de Fato, correspondente da televisão venezuelana Telesur e apresentadora na TV Comunitária de Brasília. Militante ecossocialista e comunicadora popular.

A V Semana de Jornalismo do Cariri acontece de forma online, entre os dias 27 de setembro e 01 de outubro com o tema “Jornalismo em confronto: atuação profissional na pandemia de Covid-19 no Brasil”. O evento é aberto para estudantes, jornalistas profissionais, pesquisadores e interessados na área, de qualquer lugar do Brasil. O acompanhamento de novas informações pode ser feito através do site ou pelo perfil do instagram da Agência Cariri.

Ganhadora do último Prêmio Anamatra de Direitos Humanos, em 2020, Nayara Felizardo tem atuado na cobertura de pautas investigativas do The Intercept Brasil nas regiões Norte e Nordeste. Durante o evento organizado pela UFCA, ela irá falar sobre a importância de veículos independentes, tanto de verbas de agentes públicos quanto privados, para o jornalismo investigativo. “Sem essas amarras (do governo e dos anunciantes), há mais espaço para um jornalismo investigativo de profundidade e combativo”, conclui.

A The Intercept Brasil é uma agência de notícias criada em 2014, com o objetivo de promover um jornalismo investigativo que visa questionar e expor casos de corrupção de grandes autoridades nacionais e internacionais. Inicialmente financiado pelo criador da Ebay, Pierre Omidyar, hoje a agência conta com uma rede de dez mil apoiadores, que contribuem regularmente com a sua estruturação.

Desde de 2020, a agência vem fazendo um trabalho integrado entre as regiões do país na produção de artigos, matérias e reportagens para compor a cobertura especial intitulada “A Crise do coronavírus”, disponível no site theintercept.com/especiais/a-crise-do-coronavirus/.

A jornalista e fotógrafa Claudiane Lopes também participa das discussões. Assessora de Comunicação do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Quixadá, Ibaretama, Banabuiú, Choró e Ibicuitinga (SINDSEP), ela também atua na diretoria do Sindicato dos Jornalistas dos Estado do Ceará (Sindjorce) e é Coordenadora Nacional do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB).

E para finalizar a composição da noite, a mesa contará com a presença de Naya Tawane, repórter do Brasil de Fato, correspondente da televisão venezuelana Telesur e apresentadora na TV Comunitária de Brasília. Militante ecossocialista e comunicadora popular.

A V Semana de Jornalismo do Cariri acontece de forma online, entre os dias 27 de setembro e 01 de outubro com o tema “Jornalismo em confronto: atuação profissional na pandemia de Covid-19 no Brasil”. O evento é aberto para estudantes, jornalistas profissionais, pesquisadores e interessados na área, de qualquer lugar do Brasil. O acompanhamento de novas informações pode ser feito através do site ou pelo perfil do instagram da Agência Cariri.

Foto: Divulgação / Fonte: Levi Rabelo/ Agência Cariri

Postar um comentário

0 Comentários