Novo decreto em vigor no Ceará: veja o que muda no comércio, academias, aulas e eventos a partir desta segunda


Começa a valer nesta segunda-feira (6) o novo decreto estadual de combate à pandemia da Covid-19 no Ceará. As novas regras foram anunciadas pelo governador Camilo Santana na última sexta-feira (3).

As novas medidas ampliam de 50% para 70% a capacidade de alunos por sala nas aulas presenciais em todos os níveis e atividades de ensino liberados no Ceará.

O documento também flexibiliza a realização de eventos sociais, permitindo até 300 pessoas – anteriormente o limite era de 200 pessoas. O novo decreto vale até o dia 19 deste mês.

Eventos sociais em buffets, restaurantes, hotéis e barracas de praia

máximo de 300 pessoas para ambientes abertos e 150 em locais fechados

controle do acesso, só admitindo o ingresso de pessoas já vacinadas com 2 doses ou com comprovação de testagem negativa para Covid-19

realização entre 8h e 22h

Reuniões de trabalho

número de participantes de máximo em 300 pessoas para reuniões a serem realizadas em ambientes abertos e em 150 em locais fechados;

não se realize qualquer tipo de celebração ou festividade durante a reunião;

seja observado o distanciamento mínimo e o uso obrigatório de máscaras de proteção.

Salas de aula

Nas salas de aula “permanecem liberadas, nos mesmos termos e condições, as atividades presenciais de ensino já anteriormente autorizadas, ficando ampliada para 70% (setenta por cento) a capacidade de alunos por sala, em todos os níveis e atividades de ensino liberados”, diz um trecho do documento.

Ainda segundo o decreto, permanece o ensino híbrido ou remoto para que pais e responsáveis possam escolher entre os dois. Além disso, as medidas sanitárias para evitar a propagação da Covid-19 devem ser respeitadas durante as atividades presenciais.

Comércio, lojas e academias

As novas medidas ampliam também o horário de funcionamento do comércio:

O comércio de rua passa a funcionar de 8h às 22h;

As academias podem funcionar de 5h30 às 22h30.

Foto: Reprodução / Fonte: Portal G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários