ONGs iniciam distribuição gratuita de autotestes de HIV no Cariri


A ideia é que o próprio usuário faça o exame e, em caso positivo, vá até os serviços confirmar o resultado.

A Associação Caririense de Luta contra Aids e Associação Beneficente Madre Maria -ABEMAVI passou a ofertar gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) os autotestes de HIV, em que o próprio usuário realiza o seu exame rápido de identificação do vírus causador da aids.

“Neste contexto de pandemia, precisamos continuar reforçando a prevenção as IST/HIV/Aids, bem como sensibilizar a população a importância do diagnóstico precoce. Quem circula pelas cidades de Juazeiro do Norte, Crato e Lavras da Mangabeira e que se depara com as ações pode levar os autotestes e realizar seus testes, diz Ronildo Oliveira, um dos coordenadores do projeto.

“Os autotestes são mais uma opção de ampliarmos o diagnóstico na cidade, e, em caso positivo, iniciar o tratamento o quanto antes para, dessa forma, quebrar a cadeia de transmissão do vírus”, completa.

Os kits já estão disponíveis para retirada e é uma parceria com o Ministério da Saúde e serviços especializados de HIV/Aids .

A proposta é tornar o insumo o mais acessível possível. Em Juazeiro do Norte um dos pontos de retirada dos autotestes está localizado na Casa da Diversidade Cristiane Lima, no consultório de enfermagem da Associação Caririense de Luta Contra Aids em parceria com a AHF Brazil, de segunda a sexta-feira, no horário das 14:30 ás 19h.

O passo a passo de como realizar o autoteste está disponível no próprio kit do auto teste ou ainda no site. O resultado sai em apenas 20 minutos.

Em caso do autoteste ser positivo, a orientação é que o usuário procure um dos serviços de mais fácil acesso para realizar o exame confirmatório. Se o resultado se mantiver, o paciente é encaminhado para vinculação em um dos Serviços de Assistência Especializada (SAE) em IST/Aids para iniciar o tratamento.

O autoteste de HIV se junta às outras formas de testagem já disponíveis gratuitamente nos serviços municipais de saúde de Juazeiro do Norte, Crato e Lavras da Mangabeira: testes rápidos ( sangue e fluido oral), em que o resultado sai em cerca de 20 minutos, além dos testes convencionais, também disponíveis.

*Janela Imunológica*

Um resultado negativo não necessariamente indica que a pessoa que fez o teste não vive com o HIV, já que ela pode estar na janela imunológica. Esse é o tempo que o exame leva para conseguir identificar os anticorpos do vírus. Atualmente, a janela é de 30 dias. Isso significa que, se houver uma relação sexual sem proteção, por exemplo, no último mês, o exame não vai dar positivo, mesmo que a pessoa esteja com o HIV. É recomendado, portanto, que o teste seja repetido um mês depois.

Postar um comentário

0 Comentários