Profissionais da saúde do Crato participam de Oficina voltada à atenção da população LGBTQIA+


A oficina acontece nos dias 22 e 23 de setembro, no Salão de Atos da URCA.

Nesta quarta-feira, 22, inicia o segundo momento da Formação para a Atenção Integral à Saúde da População LGBTQIA+, para os profissionais de Saúde do Crato, com a realização da Oficina de Elaboração do Mapa Dialógico e Imagético. A ação será coordenada por Lorrainy Solano (SESAP/OPAS) e Ricardo Ceccim (UFRGS) e segue até quinta-feira, dia 23.

As metodologias ativas possibilitam que os profissionais de saúde mapeiem e reconheçam no seu território de atuação as principais causas que determinam socialmente a situação de saúde dos seus usuários, o que subsidia e possibilita a construção e elaboração de políticas públicas efetivas, voltadas à população LGBTQIA+. “A construção do mapa pelos profissionais, permite um olhar ampliado para o seu território de atuação e para aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade e exclusão, e a partir disso, planejar as ações, ferramentas de cuidado, de atenção, de acolhimento, de vínculo”, comenta Janaina Norões, coordenadora de célula da Atenção Básica do Crato.

Participam deste momento, profissionais e residentes da Saúde. E a formação é uma parceria com a Universidade Regional do Cariri (URCA), por meio da Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva.

Participação

Na sexta-feira, dia 24, será realizado o Fórum de Atenção à Saúde LGBTQIA+, com a participação de representantes da Sociedade Civil, gestores e profissionais da Saúde. Durante o fórum, os participantes discutirão o tema “Saúde e Diversidade LGBT+: acolhimento em rede e integralidade da atenção”, com os palestrantes Lorrainy Solano (SESAP/OPAS) e Ricardo Ceccim (UFRGS).

Palestrantes

Lorrainy da Cruz Solano possui graduação em Enfermagem pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2002), especialista em Processos Educacionais em Saúde pelo IEP/Sírio Libanês e mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010). Doutora em Enfermagem pelo PGENF/UFRN. Criou, implantou e integra como membro o Núcleo Docente-Assistencial Estruturante do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica/Saúde da Família e Comunidade da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte/Prefeitura Municipal de Mossoró. Coordena o Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão do Hospital Maternidade Almeida Castro.

Ricardo Ceccim ingressou na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) como professor assistente de Educação em Saúde, em 1994, junto à Faculdade de Educação. Hoje é professor titular na área de Educação em Saúde/Saúde Coletiva e docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação, sendo orientador do mestrado e doutorado em Educação (programa nota 6 pela CAPES). Criou e coordenou a Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Mental da UFRGS, foi diretor da Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul e foi Diretor do Departamento de Gestão da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde. Fez Residência Multiprofissional em Saúde Mental no Centro Integrado de Psicologia (CIP/RS), cursou especialização em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), mestrado em Educação pela UFRGS, pós-doutorado em Antropologia Médica pela Universitat Rovira i Virgli (URV, Universidade Pública de Tarragona/Espanha) e estágio pós-doutoral sênior em Participação Social e Políticas Públicas em Saúde pela Università degli Studi di Parma (UniPR, Universidade Pública de Parma/Itália).

SERVIÇO

Oficina de Elaboração do Mapa Dialógico e Imagético

Dias 22 e 23 de setembro de 2021, de 8h às 11h30 e 13h30 às 17h

Local: Salão de Atos/URCA

24 de setembro de 2021 – Fórum de Atenção à Saúde LGBTQIA+

Dia 24 de setembro de 2021, de 8h às 11h30 e 13h30 às 17h

Local: Salão de Atos/URCA

Foto: Divulgação / Fonte: Ascom Crato

Postar um comentário

0 Comentários