Novo decreto amplia horário de restaurantes até as 2 horas e prioriza ensino presencial no Ceará


Governador Camilo Santana (PT) anunciou, entre outras medidas, que o novo decreto estadual deve orientar a priorização do ensino presencial nas escolas do Ceará e ampliar a autorização de funcionamento de restaurantes para até as 2h. O decreto anterior previa que os estabelecimentos fechassem as portas à 1h.

As informações foram divulgadas nas redes sociais do governador, no fim da tarde desta sexta-feira (1º), após reunião semanal do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia.

Conforme o governador, a flexibilização se estenderá a eventos corporativos, hotéis e academias, com aumento da capacidade de ocupação. No entanto, ele não apresentou detalhes quanto a essas novas definições.

O objetivo por trás da priorização das aulas presenciais, segundo o anúncio, é que “a aprendizagem seja reforçada com a presença do aluno em sala de aula, sendo o modelo híbrido permitido em situações específicas, devidamente comprovadas”.

VEJA O QUE PREVÊ O NOVO DECRETO:

Restaurantes podem funcionar até as 2 horas;

Eventos corporativos, hotéis e academias terão aumento da capacidade de ocupação (não definida);

Prioridade do ensino presencial nas escolas.

As novas definições do decreto anunciado nesta sexta entram em vigor a partir da segunda-feira (4).

VEJA O QUE PERMANECE VIGENTE ATÉ DOMINGO (3):

Restaurantes: funcionam até 1h, com ampliação da capacidade por mesa para 8 pessoas;

Salões de festas em condomínios: liberados, mas adotando os mesmos protocolos utilizados em buffets;

Eventos sociais e corporativos: com 200 pessoas em ambientes fechados e 400 em ambientes abertos;

Escolas: as salas de aulas podem usar 100% da capacidade, respeitando as regras de distanciamento social; Toque de recolher: das 2h às 5h.

Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários