Black Friday: especialista alerta para os perigos do parcelamento


Faltando dois dias para a Black Friday, os consumidores aguardam as promoções da data munidos do cartão de crédito e ansiosos pelo momento das compras.

 

Mas é preciso ficar atento com as promessas de parcelamento em várias vezes sem juros. A educadora financeira da empresa Acordo Certo, Bruna Allemann, explica que uma oportunidade imperdível pode acabar virando uma bola de neve no seu planejamento financeiro.

+Feirão Limpa Nome presencial acontece em 6 capitais com até 99% de desconto

“Parcelar, a princípio, pode parecer uma saída para que as compras caibam no bolso, mas, as taxas de juros são muito elevadas, caso você não consiga arcar com a sua fatura, e podem gerar uma dívida inestimável”, alerta a especialista.

De acordo com o Banco Central, a taxa de juros anual do cartão de crédito no Brasil pode chegar a 693%.

 

Mas quando vale a pena parcelar?

Mesmo que você não consiga pagar à vista, o parcelamento não será um grande problema se você conseguir se organizar.

Bruna reforça que vale a pena dividir o pagamento de produtos de grande valor agregado, como geladeiras, fogões e televisores, desde que você realmente precise e que esteja mesmo por um valor baixo e você esteja preparado para pagar.

“Nesse caso, vale diluir em parcelas. Contudo, não deixe de somar o valor total da sua atual fatura de cartão”, alertou.

Organização é tudo

Hoje em dia é muito comum concentrar no cartão de crédito todos os gastos do mês, desde o pagamento de contas como água e luz até compras supérfluas.

Bruna afirma que essa tática pode ser interessante para aproveitar promoções da tarjeta, como milhas e outros tipos de vantagens, mas que é ideal ter noção do quanto é o seu gasto mensal fixo e o espaço que você tem para as outras despesas para não gastar mais do que deve.

“Escreva os seus gastos em um bloco de anotação, grife a sua fatura para saber o que é gasto fixo e o quanto você ainda tem de espaço para parcelar”, finalizou.

 

Postar um comentário

0 Comentários