Britney Spears livre: Juíza determina fim da tutela do pai após 13 anos


Britney Spears está livre da tutela de seu pai, Jamie Spears. O processo foi encerrado nesta sexta (12), após a juíza Brenda Penny concordar com o fim do controle de 13 anos sobre a vida, carreira e finanças da cantora pop.

O pai foi suspenso da posição de tutor da filha em setembro, e advogados de ambas as partes pressionavam pelo fim definitivo do processo.

A parte que representa a cantora pop protocolou documentos que pressionam a juíza Brenda Penny no dia 28 de outubro.

“A Sra. Spears fez saber seu desejo sobre o fim da tutela que ela sofreu por tanto tempo e ela pediu a este Tribunal ‘deixá-la ter sua vida de volta’, sem uma avaliação (médica), recentemente comparecendo a duas audiências no Tribunal e pedindo diretamente para acabar com a tutela”, disse seu advogado Mathew Rosengart.

“É respeitosamente apresentado, com o consentimento de todas as partes, que chegou a hora”, diz o documento.

A equipe de Jamie também deixou claro que o pai não pretende continuar como tutor da filha.
“Jamie ama e apóia incondicionalmente sua filha. Ponto final. Como ele fez por toda a vida dela, Jamie fará tudo o que puder para protegê-la e cuidar dela. Nos últimos 13 anos, isso incluiu servir como seu conservador. Agora, significa acabar com a tutela dela”, afirmou Jamie nos documentos.

Espera-se que o processo seja encerrado completamente nesta sexta, mas advogados ouvidos pela imprensa americana acreditam que há questões financeiras pendentes que podem levar mais tempo para serem resolvidas.

Desde que o movimento para encerrar a tutela ficou mais acelerado, Britney ficou mais ativa nas redes sociais e tem compartilhado viagens, pensamentos e fotos com seus fãs.
Ela chegou a postar fotos nuas no Instagram, poucos dias após a suspensão da tutela. “Se divertir no Pacífico nunca fez mal a ninguém”, escreveu em outubro.
Nesta semana, Britney tem feito vários posts e em um deles desabafou sobre o processo que faz com que sua vida fique controlada pelo pai há 13 anos.

“Essa semana vai ser muito interessante para mim. Nunca rezei tanto por algo em minha vida”, escreveu em um post. O texto foi apagado, mas a imagem segue no perfil.

“Eu sei que disse algumas coisas no meu Insta por raiva e sinto muito, mas sou apenas humana… e acredito que você se sentiria da mesma forma se fosse eu”, afirmou Britney sem citar o fato de que acusou a mãe Lynne Spears de ser a mentora do processo de tutela em post que já foi excluído.

Em outro post, a cantora contou que a estilista Donatela Versace está preparando o vestido que vai usar no casamento com o modelo e atleta iraniano Sam Asghari.
Um dos motivos alegados para acelerar o fim da tutela é que a situação isso a impediria de assinar um acordo pré-nupcial com seu noivo.

Suspensão da tutela

Jamie Spears foi suspenso da posição de tutor da filha em setembro. Ele já havia desistido do “cargo”, mas sua saída estava prevista para acontecer só na audiência sobre o caso que estava marcada para janeiro de 2022.

No entanto, a defesa da cantora pediu à justiça dos EUA para acelerar o fim da tutela, e foi atendida pela juíza Brenda Penny. O contador John Zabel substituiu imediatamente Jamie Spears no papel de tutor.

‘Só quero minha vida de volta’

Em depoimento em junho, a cantora classificou a decisão judicial que permitia que sei pai continuasse no controle sobre sua vida como abusiva, idiota e constrangedora.
Em uma participação de 23 minutos, a estrela disse que foi drogada, forçada a atuar contra sua vontade e impedida de ter filhos.
“Eu só quero minha vida de volta”, disse ela, por telefone, ao pedir ao tribunal o fim de sua tutela.

Foto: Mario Anzuoni/Reuters Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários