Campos Sales, Altaneira e Assaré recebem 47km de estrada


Nesta sexta-feira (12), o governador do Ceará, Camilo Santana, visitou os municípios de Campos Sales, Altaneira e Assaré, na região do Cariri, para inaugurar 47 km para a malha viária estadual, viabilizados por meio do Programa Ceará de Ponta a Ponta.

Na visita a Campos Sales, Camilo Santana destacou a importância que é levar infraestrutura para a vias que interligam os municípios interioranos e seus distritos. “Sei o quanto é importante uma estrada. Ela tira a poeira da cara das pessoas, traz desenvolvimento para a região, dá segurança e conforto no transporte às pessoas. Essa é uma das coisas que tenho dado prioridade”, enfatizou o governador que, em sua gestão, já entregou 2.885 km de malha rodoviária restaurada, pavimentada e duplicada, totalizando um investimento superior a R$ 2,4 bilhões.

O trecho pavimentado da CE-187 tem 26,95 km de extensão e vai do entroncamento da BR-230, na sede do município de Campos Sales, ao distrito de Barão de Aquiraz. Antes, o trajeto era todo em via carroçável. Com a obra, a rodovia recebeu asfalto e sinalização, melhorando a trafegabilidade na região e beneficiando cerca de 28 mil pessoas. O investimento foi de R$ 16 milhões. Na inauguração, o governador Camilo autorizou a realização de um estudo técnico para a continuação da CE-187, a chamada Estrada da Confiança.

Sonho antigo da população que transita por aquela rodovia, o asfaltamento foi bastante comemorado por populares, afirmou o prefeito João Luiz. “Muitas pessoas esperavam essa estrada e muitas delas não acreditavam mais. O senhor, com responsabilidade e compromisso, ajudou a realizar o sonho da região. O senhor não trouxe apenas uma obra física, trouxe dignidade, conforto e segurança”, disse o chefe do Executivo municipal.

O agricultor José Valmir, 41 anos, é natural de Campos Sales, mas precisamente do distrito de Barão de Aquiraz. Desde pequeno conhece bem o trecho da CE-187 inaugurado nesta sexta-feira. Antigamente, o pavimento era todo de “terra batida” e, por isso, para percorrer os quase 27 km a população demorava cerca de um hora. Agora, com a rodovia toda asfaltada e sinalizada, a viagem ficou bem mais rápida e segura, afirma o agricultor. “Era muita poeira e buraco. Quando chovia, moto não passava, apenas carro e com muito cuidado. Agora, graças a Deus está um ‘tapete’. A gente ganhou tempo e economia de combustível. Ficou bom e seguro”, comemorou Valmir, que sempre vai à sede do município visitar a mãe e realizar compras.

Postar um comentário

0 Comentários