Juazeiro do Norte pode ficar sem servidores da Saúde a partir de 3 de janeiro


O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro do Norte (SISEMJUN) anunciou que, a partir das 7h do próximo dia 3 de janeiro, todos os servidores da área da Saúde de provimento efetivo do quadro de pessoal do poder executivo municipal entrarão em greve.

A entidade sindical informa que a greve é o “reflexo da negligência do governo municipal com os direitos dos servidores da Saúde, com a sua deflagração diante de um ano de reuniões com a gestão municipal sem avanços em propostas das reivindicações”.

De acordo com o Sisemjun, as reivindicações são a implantação do adicional de insalubridade para os servidores da Saúde, a criação da Gratificação de Desempenho, em substituição ao ID-PMAQ, e a implementação da jornada de trabalho de 30 horas para enfermeiros e psicólogos.

Questionado sobre o empenho da Prefeitura de Juazeiro do Norte em solucionar o problema, o representante do sindicato afirma que o motivo da greve “é justamente porque a gestão não tem nenhum interesse em cooperar e avançar com as várias tentativas de negociações propostas pela entidade sindical”.

Fonte: Site Miséria / Foto: Leandro Medeiros

Postar um comentário

0 Comentários