Professor morre sem ter a oportunidade de ser convocado para o concurso de Juazeiro do Norte


Os dias vêm e vão e as convocações do Concurso da Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte se tornam cada vez mais uma utopia, ou seja, um sonho distante de ser realizado. Para Alfredo Jader, um dos aprovados, de fato esse sonho foi interrompido, uma vez que o professor de 41 anos faleceu no último dia 05 de janeiro, após um acidente de moto.

Jader foi candidato a vereador pelo partido SOLIDARIEDADE nas eleições municipais de 2016, além disso era funcionário público e professor de Inglês. É lamentável a situação, uma vez que foram quase dois anos de espera pela tão sonhada convocação. Com isso, ele não teve a oportunidade de ser convocado por conta da morosidade e falta de comprometimento da gestão municipal.

Assim como Jader, outras centenas de pessoas esperam ansiosos pela convocação, porém a atual administração não tem mostrado interesse em chamar no prazo legal, sinalizando em reunião que talvez possa prorrogar o edital do certame por mais dois anos, adiando também o sonho dessas pessoas em ingressar nos seus postos de trabalho.

Mesmo morando à 357km de distância, Jáder esteve presente em Juazeiro para manifestar-se juntamente com aqueles que estão cotidianamente presente na luta pelo direito a convocação. Em Juazeiro ele andou por diversas partes da cidade, onde registrou através de fotografias vários pontos do município. Infelizmente ele não poderá mais assumir a vaga, então deixamos aqui nossa solidariedade para com ele e seus familiares.

Além disso, a gestão atual também enfrenta uma greve dos servidores da Secretaria de Saúde, em plena pandemia de Covid-19 e crise de casos gripais, e corre o risco ainda de sofrer uma greve geral nos próximos dias, o que será muito ruim para os cidadãos e a municipalidade como um todo.

Assessoria Commonike

Postar um comentário

0 Comentários