Passageira de avião ateia fogo em cinto de segurança e em cabelo, e é presa no Aeroporto de Juazeiro


Uma mulher de 25 anos foi presa em flagrante pela Polícia Federal (PF) após atear fogo no cinto de segurança da poltrona onde estava sentada e no cabelo dentro de um avião que pousava no Aeroporto de Juazeiro do Norte.

O caso aconteceu na madrugada desta terça-feira (22 de fevereiro de 2022).O voo vinha de Guarulhos, em São Paulo.
A mulher usou um isqueiro para iniciar o fogo, segundo a PF, e ainda agrediu a tripulação. Ela foi contida com a ajuda de passageiros, que auxiliaram também a apagar as chamas.

Ainda segundo a PF, a mulher é natural do município de Brejo Santo, e trabalha como babá em São Paulo. Ela confessou o crime quando foi interrogada na Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro do Norte.

A mulher teve a identidade preservada pela Polícia Federal e foi indiciada pelo crime de atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo, com base no artigo 261 do Código Penal Brasileiro. O crime prevê pena de reclusão de dois a cinco anos. Ela está à disposição da Justiça.

Segundo a defesa da mulher, ela sofre de depressão e o episódio pode ser considerado um surto da doença.

Fonte: G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários