Açude Ubaldinho é o quarto a sangrar no Ceará em 2022


O Açude Ubaldinho, no município de Cedro, na Região Centro-Sul do Ceará, sangrou nesta segunda-feira (7) após uma sequência de fortes chuvas. Agora são quatro açudes que sangraram neste ano, segundo dados da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh).

O Açude Ubaldinho fica entre a divisa dos municípios de Cedro e Várzea Alegre, no Centro-Sul. O reservatório foi construído em 1999 e tem capacidade para 31,80 milhões de metros cúbicos.

O sangradouro do Ubaldinho tem 70 metros de extensão e fica sob a ponte do km 65 da rodovia CE-284 no Cedro, próximo à localidade de Umarizeiras.

O açude anterior a sangrar foi o Tijuquinha, em Baturité.

Principais açudes ainda secos

Mesmo com as chuvas, os maiores açudes do Ceará seguem quase totalmente secos. O Castanhão, maior reservatório do país, tem atualmente 8,07% da sua capacidade, conforme a Cogerh; e o Orós, segundo maior do estado 22,42%.

Já o Banabuiú se encontra com 8,21%. O estado tem sete açudes com volume acima de 90% e 70 reservatórios com volume inferior a 30%.

Foto: Reprodução / Fonte: G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários