EUA anuncia envio de US$ 200 milhões em armas e equipamentos à Ucrânia


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou neste sábado (12) que os americanos devem enviar mais US$ 200 milhões em “artigos e serviços de defesa” para a Ucrânia, como suporte no conflito contra a Rússia. A Casa Branca informou a medida em comunicado divulgado há pouco.

Uma alta autoridade do governo americano disse à agência Reuters que serão enviados ao país europeu sistemas anti-blindagem, antiaéreos e armas.

A decisão eleva o total da ajuda americana para US$ 1,2 bilhão desde janeiro de 2021, segundo a agência. O número passa dos US$ 3 bilhões se considerado o apoio desde 2014 – quando a Rússia anexou a Crimeia.

O reforço vem depois de notícias de que tropas russas avançaram ainda mais em direção à Kiev e estão a menos de 25 km da capital ucraniana. A informação é de um relatório do serviço de inteligência do Ministério da Defesa do Reino Unido, que enviou aviões com equipamentos médicos e ajuda humanitária à Ucrânia.

Por conta do avanço, os planos de evacuação da população de Kiev e dos arredores ao longo deste sábado ficaram comprometidos. Na cidade de Donetsk, autoridades locais também disseram que tropas russas não estão respeitando os corredores humanitários.

Mais cedo, a agência de notícias russa RIA informou que o governo da Rússia está disposto a reabrir o diálogo com os Estados Unidos sobre o controle de armas. De acordo com a agência, o vice-ministro de Relações Exteriores do país, Sergei Ryabkov, declarou que Moscou pode retomar as conversas se Washington estiver disposta a fazer o mesmo.

Ryabkov disse que o contato entre ambos os lados não cessou com a guerra na Ucrânia, mas que o Kremlin não vê sinais de que o governo americano esteja disposto a continuar com o diálogo.

Leia a íntegra do comunicado

Assunto: Delegação de Autoridade sob a Seção 506(a)(1) da Lei de Assistência Estrangeira de 1961

Pela autoridade conferida a mim como Presidente pela Constituição e pelas leis dos Estados Unidos da América, incluindo a seção 621 da Lei de Assistência Estrangeira de 1961 (FAA), delego ao Secretário de Estado a autoridade sob a seção 506 (a )(1) da FAA para direcionar o saque de até um valor agregado de US$ 200 milhões em artigos e serviços de defesa do Departamento de Defesa, e educação e treinamento militar, para prestar assistência à Ucrânia e fazer as determinações exigidas sob tal seção para direcionar tal rebaixamento.

Você está autorizado e orientado a publicar este memorando no Registro Federal.

JOSEPH R. BIDEN JR.

Foto: Reuters/Evelyn Hockstein / Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários