Juazeiro do Norte inicia identificação de animais de rua através de chip


É do Centro de Controle de Zoonoses de Juazeiro o primeiro animal de rua a ser microchipado após a castração, no município. A cadela Clotilde. Ela chegou ao órgão para realizar o teste leishmaniose e obteve resultado negativo, porém, sofria com um câncer e vivia nas ruas. Foi acolhida, recebeu tratamento adequado e, agora, após a recuperação, está livre de cios e crias indesejadas.

A implantação de chips em animais de rua está sendo executada através de uma parceria entre a Organização Não Governamental Pet Social Patinhas de Rua e o município, por meio de uma emenda parlamentar do deputado Federal Célio Studart.

O Centro de Zoonoses presta apoio logístico para alguns protetores de animais e oferece além das castrações, cuidados no pós-operatório e transporte

dos animais chipados.

Para receber o chip, os animais passam por uma triagem e por exames, antes de serem castrados. É através da microchipagem e uma coleira que eles são identificados. Com um aparelho scanner portátil é possível verificar o cadastro do animal e todas as informações de sua origem.

O órgão solicita o apoio da população no sentido de não retirar as coleiras dos animais identificados.

Texto: Ascom

Postar um comentário

0 Comentários