Nova consulta a valores esquecidos em bancos é adiada pelo Banco Central


A segunda fase da consulta a valores esquecido em bancos, que começaria nesta segunda-feira (2) foi adiada pelo Banco Central, cujos servidores passaram a maior parte de abril em greve. O movimento grevista retornará nesta terça-feira (3), conforme os trabalhadores decidiram em assembleia no final da última semana, e o Banco Central não informou nova data para a consulta.

Após a primeira fase da consulta, o órgão prometia, para a segunda, que não haveria mais necessidade de agendamento e o cidadão já poderia solicitar o resgate do dinheiro esquecido. Também estava prevista uma atualização das informações sobre os recursos, portanto mesmo quem não tivesse dinheiro a receber na primeira consulta poderia ter direito a um valor na segunda.

Os valores esquecidos são referentes a contas-correntes ou de poupança encerradas, mas com saldo disponível, e tarifas e parcelas de operações de crédito cobradas indevidamente, por exemplo.

A greve dos servidores do Banco Central persiste porque os trabalhadores não aceitaram a proposta de 5% de reajuste salarial, prevista para todas as carreiras federais. Sem reajuste nos últimos três anos, os servidores pedem recomposição salarial de 27% e reestruturação de carreira de analistas e técnicos.

Com Folhapress

Postar um comentário

0 Comentários