RJ: operação policial conjunta na Vila Cruzeiro deixa 22 mortos e é encerrada após 12 horas


Ao menos 22 pessoas morreram durante uma operação policial na Vila Cruzeiro, na Penha, na Zona Norte do Rio, nesta terça-feira (24). A ação começou de madrugada e, segundo a Polícia Militar, foi encerrada por volta das 16h40.

Segundo a corporação, entre os 22 mortos, 12 eram suspeitos e 1 era uma moradora da região, identificada como Gabrielle Ferreira da Cunha, 41 anos, que levou um tiro dentro de casa. O objetivo era prender chefes do Comando Vermelho escondidos na Vila Cruzeiro. A polícia afirma que, na Penha, estão abrigadas lideranças da facção saídas de outras favelas do Rio, como Jacarezinho, Mangueira, Providência e Salgueiro (São Gonçalo).

Após a ação, a Polícia Militar fluminense culpou o Supremo Tribunal Federal (STF) pela migração de criminosos ao estado. Relato com dados da Folha de S. Paulo e g1.

Postar um comentário

0 Comentários