Caso suspeito de Varíola dos Macacos é descartado no município de Cedro


A Secretaria de Saúde de Cedro, na macrorregião de Saúde do Cariri, informou nesta quinta-feira, 30 de junho de 2022, que o caso suspeito de varíola dos macacos em um morador do município foi descartado. De acordo com a nota divulgada pela pasta, exames laboratoriais recebidos nesta manhã, do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), não confirmaram a suspeita de infecção. O paciente seria um homem de 54 anos que recentemente teve contato com pessoa residente no estado de São Paulo, onde já foram confirmados alguns casos da doença.

“A Prefeitura de Cedro, informa que foi DESCARTADO o caso suspeito de Monkeypox do paciente de Cedro-Ce. De acordo com os resultados laboratoriais recebidos na manhã desta quinta-feira (30) do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), o caso com hipótese diagnóstica inicial para Monkeypox foi DESCARTADO. A epidemiologia municipal ressalta a importância para os cuidados na presença de algum sintoma característico da doença e orienta procurar um serviço de saúde para ser avaliado. O primeiro caso confirmado no Ceará foi divulgado ontem (29), na cidade de Fortaleza”, diz a nota.

Primeiro caso confirmado no Ceará
O Primeiro caso de varíola dos macacos confirmado no Ceará é de um paciente de 35 anos, residente na Capital cearense e tem histórico de deslocamento recente para São Paulo e Rio de Janeiro, conforme a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Ao todo, o Estado já teve 14 notificações da doença, sendo que agora com o caso de Cedro descartado, junto com outros dois, três suspeitas não se confirmaram e outros 10 seguem em investigação.

Os outros casos descartados laboratorialmente foram dos municípios de Fortaleza (1) e Maracanaú (1). Quanto aos demais, os pacientes suspeitos são residentes dos municípios de Fortaleza (5), Caucaia (1), Caridade (1), Russas (1), São Gonçalo do Amarante (1) e Ocara (1).

A reportagem solicitou mais informações à Sesa e aguarda retorno.

Fonte: O Povo

Postar um comentário

0 Comentários