Falta de dinheiro impede três em cada dez brasileiros de viajar, diz IBGE


O desejo de viajar de 30,5% dos brasileiros em 2021 foi frustrado pela falta de dinheiro, mostram dados da Pnad Turismo (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) divulgados nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com o estudo, 20,8% relatam não haver necessidade para o deslocamento, 8,3% dizem não ter tempo e 7,6% alegam não ter interesse. Há ainda quem destaque os problemas de saúde (3%) e aqueles que dizem ter outras prioridades (8,9%) no momento.

A impossibilidade de viajar por outro motivo foi de 20,9%. O IBGE, no entanto, ressalta que a citação foi “superdimensionada por causas relacionadas a crise sanitária como necessidade de afastamento social, impossibilidade de pegar voos ou mesmo por ter sido infectado pelo novo coronavírus.

Diante do cenário, apenas 9,1 milhões (12,7%) dos 71,5 milhões de domicílios brasileiros declararam ter havido alguma viagem nos três meses que antecederam a entrevista. No ano de 2020, este percentual havia sido de 13,9%.

O levantamento mostra ainda que dos 62,4 milhões de domicílios onde não foram registradas viagens dos moradores em 2021, 86,2% deles tinham renda inferior a dois salários mínimos (R$ 2.200) a valores daquele ano.

Correio do Povo

Postar um comentário

0 Comentários