Renegociação do Fies: descontos podem chegar a 99%


Quem precisa quitar as dívidas do Programa de Financiamento Estudantil (Fies) pode ter descontos de até 99% no processo de renegociação, dependendo do perfil do estudante. O abatimento foi garantido em lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 22 de junho para beneficiar os alunos que aderiram ao programa até o segundo semestre de 2017.

A lei indica que descontos de até 77% do valor da dívida poderão ser concedidos a estudantes com débitos vencidos e não pagos. Até mesmo quem está com parcelas não pagas mais de 360 dias (na data de 30 de dezembro de 2021).

O desconto varia conforme o perfil do estudante. As pessoas que possuem rendas menores recebem descontos maiores – enquanto um estudante classificado como integrante da faixa A recebe 10% de desconto, quem estiver na faixa D pode ter um abatimento de 75%.

Já aos alunos inscritos no CadÚnico, ou que tenham sido beneficiários do auxílio emergencial em 2021, com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, poderá ser concedido desconto de até 99% do valor consolidado da dívida ou até a liquidação integral do saldo devedor.

O parcelamento poderá ser feito em até 150 vezes e há um desconto de até 12% para quem decidir fazer a quitação à vista. A adesão à renegociação de dívidas do Fies deve ser feita por meio de canais de atendimento a serem disponibilizados por agentes financeiros, como Caixa e Banco do Brasil.

O estudante deverá ficar atento aos pagamentos. Segundo a lei, “na hipótese de descumprimento do acordo em decorrência do inadimplemento de três prestações sucessivas ou de cinco alternadas, o débito será reestabelecido, com todos os acréscimos”.

(* Com informações da Agência Brasil)

Postar um comentário

0 Comentários