Leo Lins terá de pagar indenização de R$ 44 mil após ofender mãe de menino autista


O TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) condenou o humorista Leo Lins na segunda-feira (15) a pagar R$ 44 mil por ofender a mãe de menino autista em rede social.

Lins respondeu ao processo por dano moral, após sua então namorada fazer um comentário dizendo que o humorista era “meio autista”. Na época, pessoas envolvidas em movimentos contra o capacitismo advertiram que o termo não era um adjetivo.

Entre elas estava Adriana Cristina Gonzaga, mãe de um menino autista, que fez o mesmo alerta. Como resposta, o humorista ofendeu a mulher com frases de baixo calão.

Adriana processou o jovem por dano moral, e o humorista foi condenado. De acordo com a juíza Marcela Filus Coelho, da 1ª Vara do Juizado Especial Cível, Leo demonstrou desprezo por uma parte da sociedade, além causar constrangimento, angústia e sofrimento.

O valor sentenciado foi de R$ 44 mil, mas não haverá a inclusão das custas de honorários. A indenização deve ser paga em até 48 horas, sob pena de multa.

R7

Postar um comentário

0 Comentários