Novos casos de varíola dos macacos são registrados no Ceará; São 14 infectados até agora e 161 em investigação


A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou, nesta sexta-feira (12), que mais 5 casos de varíola do macaco foram confirmados no Estado. Até esta quinta-feira (11), eram contabilizados 9 casos da doença. Agora, já são 14 infectados com o vírus monkeypox (varíola dos macacos) nos municípios do Estado.

A maior parte das confirmações é de residentes de Fortaleza (12), outros dois casos são de residentes de Russas (1) e Sobral (1). Todas as confirmações até o momento são de pacientes do sexo masculino com idades entre 20 e 49 anos.

O Estado soma 263 notificações, destas, 88 foram descartadas laboratorialmente e 161 seguem em investigação nos municípios de:

  • Aracaú (1)
  • Aquiraz (1)
  • Aracati (1)
  • Assaré (1)
  • Barbalha (2)
  • Barreira (1)
  • Brejo Santo (2)
  • Caridade (1)
  • Cascavel (4)
  • Caucaia (6)
  • Crato (7)
  • Eusébio (1)
  • Farias Brito (1)
  • Fortaleza (76)
  • Fortim (1)
  • Granja (1)
  • Guaraciaba do Norte (1)
  • Horizonte (1)
  • Ibaretama (1)
  • Icapuí (1)
  • Iguatu (1)
  • Irauçuba (1)
  • Jaguaretama (1)
  • Jaguaribe (1)
  • Jaguaruana (2)
  • Jati (5)
  • Jijoca de Jericoacoara (1)
  • Juazeiro do Norte (9)
  • Limoeiro do Norte (1)
  • Maracanaú (6)
  • Milhã (2)
  • Morada Nova (2)
  • Pacajus (4)
  • Pedra Branca (1)
  • Pindoretama (1)
  • Quixadá (1)
  • Quixeré (1)
  • Russas (5)
  • Sobral (2)
  • Tamboril (1)
  • Tauá (1)
  • Tejuçuoca (1)

 

Em todas as notificações foram aplicadas as medidas recomendadas, como isolamento, busca ativa de contatos e coleta de material para exames laboratoriais para elucidação do caso e para diagnóstico diferencial para outras doenças, que estão em processamento. A Sesa tem monitorado e atuado ativamente junto às Vigilâncias em Saúde dos Municípios, realizando publicação periódica de notas técnicas atualizadas sobre a monkeypox.

Semanalmente, às sextas-feiras, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesa, divulga nota atualizada do cenário da doença no Estado.

Ceará Agora

Postar um comentário

0 Comentários