Reconstrução facial e estátua da futura beata Menina Benigna são apresentadas no Crato; veja fotos


O Vaticano anunciou o próximo dia 24 de outubro como a data de oficialização da beatificação da cearense, que morreu há 80 anos após uma tentativa de estupro.

A reconstrução facial e um projeto de estátua da futura beata Menina Benigna foram apresentados, nesta quarta-feira (24), no Crato, município na região Cariri do Ceará. As imagens foram divulgadas pela Diocese do município.

No próximo mês de outubro, o Vaticano vai oficializar a Menina Benigna como primeira beata do estado e quarta mártir do Brasil.

A mártir se tornou símbolo da castidade para a Igreja Católica após assassinada brutalmente ao recusar ter relações sexuais com outro jovem. O caso aconteceu Santana do Cariri, no interior do Ceará, mas a história da adolescente conquistou devotos por todo o estado.

O processo de beatificação de Benigna começou em 2013, quando a Diocese do Crato recebeu do Vaticano o “Nihil Obstat”, ou seja, o “Nada Impede” para que se pudesse dar início à busca pelo título de beata.

Em 2019, o Papa Francisco reconheceu a história de Benigna para que ela se tornasse a primeira beata cearense e a quarta mártir do Brasil. A beatificação faz parte do processo para tornar Benigna uma santa para a Igreja Católica, faltando a canonização

Postar um comentário

0 Comentários