Mês das crianças: Confira 10 dicas de atividades que ensinam os pequenos sobre organização


Quem já disse a famosa frase para seus filhos: “Terminou de brincar? Agora é hora de arrumar!”. Ela quase sempre vem seguida de um sonoro “Ahhhh…” ou um “Que chato!”. A verdade é que ainda existe um grande peso quando se trata do tema organização para as crianças. No entanto, além de muito importante na formação delas, pode ser divertido, inclusivo e positivo para os pequenos. Essa “mágica” pode – e deve – começar desde muito cedo na vida dos nossos filhos. Só requer um pouco de persistência para ser colocada em prática.

A personal organizer especialista em desapego e bem-estar Nalini Grinkraut listou algumas técnicas e práticas de fácil acesso que vão ajudar os pais a estabelecerem uma relação mais próxima dos filhos com a arrumação, que irão trazer benefícios para o convívio e na energia da casa.

1 – Chame as crianças para ajudar em tarefas simples e coisas que elas gostam de fazer. “Não comece lhes pedindo coisas que elas já não gostam muito, pois isto poderá gerar uma resistência maior”, diz a especialista.

2 – Valorize a ajuda delas. “Crianças costumam ficar muito felizes quando se sentem encorajadas, úteis e valorizadas”, afirma.

3 – Aumente gradativamente as tarefas das crianças de acordo com a sua idade. “No decorrer do desenvolvimento, ela se tornará mais independente e irá adquirir uma maior autonomia, o que poderá levá-la a assumir mais responsabilidades dentro de sua casa”, explica Nalini.

4 – Seja o exemplo. “É muito importante que seu filho também o veja fazendo as atividades. As crianças aprendem muito mais com a forma que nos comportamos e agimos, do que com o que falamos”, ressalta.

5 – Procure fazer dessas atividades algo natural. “Muita gente trata “arrumar a cama” como se fosse um evento extraordinário. Devolver um objeto para o lugar, lavar louça, jogar a roupa suja no cesto não podem ser encarados como grandes eventos. Se você tratá-las como parte da sua rotina, assim como você escova os dentes, tudo passa a ser muito mais simples”, fala a especialista.

6 – Crie rotinas de organização quando seu filho finalizar as atividades. “Desde pequenos, eles já conseguem ajudar a recolher os brinquedos que foram usados enquanto estavam brincando. Antes de passar para a próxima atividade com as crianças, guarde o que estava em uso”, diz a especialista.

7 – Use a brincadeira como uma forma leve de ensinar a guardar. “Sugira uma música para cantar durante a tarefa, proponha uma gincana com as crianças, para ver quem guarda mais rápido e ouça idéias delas de como deixar esse momento mais divertido”, ressalta.

8 – Faça rodízio de brinquedos. “Quando as crianças têm todas as opções a vista ao mesmo tempo, acabam cansando e sentindo que seus brinquedos podem perder a graça. Além disso, o excesso de brinquedos, gera ansiedade nas crianças e ainda atrapalha na hora de guardar e manter a ordem”, afirma Nalini.

9 – Ensine seus filhos a desapegar. “Se eles costumam ganhar muitos brinquedos ou quando você percebe que o armário está ficando cheio, incentive seus filhos a doarem brinquedos. Aproveite essa época do dia das crianças para levar os brinquedos para outras crianças e praticar a caridade”, alerta.

10 – Deixe os filhos bagunçarem! “Bagunçar faz parte da natureza deles. Não devemos reprimi-los somente porque não queremos nossas casas bagunçadas. O aprendizado para a vida inclui o brincar e o bagunçar, assim como faz parte o ensinar a cuidar e a guardar!”, acrescenta.

De acordo com a personal organizer, autora do livro Casa Arrumada, Vida Leve, incluir os filhos nas atividades de casa desde cedo, poupará os pais de esforços excessivos no futuro, além de garantir a tão buscada autonomia na vida dos pequenos.

Terra

Postar um comentário

0 Comentários